Direto para o contenido
Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Democracia direta


Blocher pede moderação nas iniciativas do SVP







Seria uma consequência da derrota eleitoral da iniciativa de Implementação literal da petição popular no último domingo (28.02)? O estrategista-chefe do Partido do Povo Suíço (SVP, na sigla em alemão, direita nacionalista), Christoph Blocher, exige do seu partido que este faça menos política através de iniciativas populares. Ao seu entender, o partido necessita direcionar suas forças para a luta contra os acordos bilaterais entre a Suíça e a União Europeia, assim como na campanha pela iniciativa "Primazia das leis nacionais frente às leis internacionais". 

Christoph Blocher pretende limitar a vaga de iniciativas populares lançadas por seu partido. (Keystone)

Christoph Blocher pretende limitar a vaga de iniciativas populares lançadas por seu partido.


(Keystone)

Christoph Blocher, que também é vice-presidente do SVP e ex-ministro no governo federal, muda o tom de seu discurso, tradicionalmente ofensivo. "Devemos tomar cuidado de não tentar consertar tudo o que está errado com iniciativas populares", declarou ao jornal Tages-Anzeiger (edição de 1° de março de 2016).

A iniciativa é um instrumento da oposição. Além disso, o SVP ainda tem dois conselheiros federais (ministros). "Podemos utilizar nossas forças em um trabalho construtivo no Conselho Federal (corpo de sete ministros que governa a Suíça) e no Parlamento."

Blocher vê de forma crítica a iniciativa de Reintrodução dos Controles de Fronteiras, assim como a iniciativa Contra Coberturas do Rosto. A primeira será lançada pelo grupo Uma Suíça Independente e Neutra (Auns), ligada ao SVP. O mesmo vale também para o comitê que, com a proposta, visa mais uma proibição geral da utilização da burka e do niqad em espaços públicos.  


(Traduction de l'allemand: Samuel Jaberg), swissinfo.ch

Direitos Autorais

Todos os direitos reservados. O conteúdo do site da swissinfo.ch é protegido por direitos autorais. Ele é destinado apenas para uso privado. Qualquer outro uso do conteúdo do site além do uso acima estipulado, especialmente no que diz respeito à distribuição, modificação, transmissão, armazenagem e cópia, requer a autorização prévia por escrito da swissinfo.ch. Caso você esteja interessado em algum desses tipos de uso do conteúdo do site, entre em contato conosco através do endereço contact@swissinfo.ch.

No que diz respeito ao uso para fins privados, só é permitido o uso de hyperlink para um conteúdo específico e para colocá-lo no seu próprio site ou em um site de terceiros. O conteúdo do site da swissinfo.ch só poderá ser incorporado em um ambiente livre de publicidade sem quaisquer modificações. Especificamente aplicável a todos os softwares, pastas, dados e seus respectivos conteúdos disponibilizados para download no site da swissinfo.ch, uma licença básica, não exclusiva e não transferível é concedida de forma restrita a um único download e gravação de tais dados em dispositivos privados. Todos os outros direitos permanecem sendo de propriedade da swissinfo.ch. Em especial, proíbe-se qualquer venda ou uso comercial desses dados.

×