Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Maneiras de votar


Friburgo muito satisfeito com novo sistema de voto eletrônico







Os suíços do estrangeiro receberam uma boa notícia do cantão de Friburgo no domingo: o novo sistema fornecido pelos Correios passou no primeiro teste. Após esse primeiro passo difícil, as autoridades do cantão estão confiantes sobre o futuro desta tecnologia.

O voto eletrônico ganha novos caminhos na Suíça: o novo sistema fornecido pelos Correios da Suíça ao cantão de Friburgo passou o seu primeiro teste em 27 de novembro  (Keystone)

O voto eletrônico ganha novos caminhos na Suíça: o novo sistema fornecido pelos Correios da Suíça ao cantão de Friburgo passou o seu primeiro teste em 27 de novembro 

(Keystone)

"Tudo funcionou bem, tanto no momento da votação federal quanto no segundo turno das eleições locais", disse Danielle Gagnaux-Morel, secretária de governo, para swissinfo.ch, expressando sua satisfação com o desenvolvimento conforme as expectativas.

Essa maneira de votar foi usada por 34% dos cidadãos de Friburgo que moram no exterior que participaram na votação federal sobre a iniciativa "Para o abandono da energia nuclear" e 41,8% dos que participaram no segundo turno das eleições cantonais.

Por enquanto, Friburgo permite a votação eletrônica apenas para os suíços do estrangeiro registrados no registro eleitoral de seu cantão de origem. "No próximo ano, vamos continuar com esta oferta. Além disso, vamos discutir com os municípios uma extensão do voto eletrônico a todos cidadãos que residem no cantão. Na verdade, os municípios é que são responsáveis pela organização das votações e eleições no cantão de Friburgo", disse a secretária de governo.

Esse novo sistema é baseado numa tecnologia avançada que permite a criptografia de ponta a ponta. Isto significa que "esse sistema tem a base necessária para alargar a possibilidade do voto eletrônico a todo o eleitorado de Friburgo, sem ser necessário substituí-lo", acrescentou Danielle Gagnaux-Morel. O feedback recebido dos eleitores sugere que o sistema é "um pouco mais fácil" de usar do que o anterior.

Um começo para La Poste

Esse teste teve um valor crucial para o futuro do voto eletrônico na Suíça. Friburgo foi o primeiro dos nove cantões do falecido consórcio "Voto Eletrônico" - reprovado em agosto de 2015 pelo governo suíço por questões de segurança – a oferecer essa nova maneira de votar aos seus cidadãos que vivem no exterior.

Foi também a primeira vez que foi utilizado o sistema "Post E-Voting", desenvolvido pelos Correios Suíço (La Poste) em colaboração com a empresa espanhola Scytl. A empresa espanhola já havia desenvolvido o sistema de votação eletrônica do cantão de Neuchâtel, que passou em todos os testes de segurança realizados até agora.

O outro sistema utilizado com sucesso na Suíça é chamado "CHvote". Ele foi desenvolvido pelo cantão de Genebra e também é usado há alguns anos pelos cantões de Basileia, Berna e Lucerna. Os cantões de St Gallen e Argóvia, que também faziam parte do consórcio "Voto Eletrônico" anunciaram recentemente que iriam usar este sistema no outono de 2017.

O voto eletrônico, uma maneira de votar indispensável ou fútil? Dê sua opinião nos comentários abaixo.


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

×