Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

#swisshistorypics - 1968 na Suíça O dia em que Hendrix trouxe a rebelião a Zurique

Há exatos cinqüenta anos, a juventude ocidental iniciou sua rebelião planetária. Em Zurique, Jimi Hendrix deu dois shows em 30 e 31 de maio de 1968, e embasbacou os fãs no que lotaram o estádio Hallenstadion - tanto que o show ficou conhecido como o "Monster ConcertLink externo" na história da cidade.

A seleção de bandas era o fino da bossa da época: Anselmo Trend, John Mayall and the Bluesbreakers, The Koobas, Eric Burdon and the Animals, Traffic, The Move e, cereja no bolo, Jimi Hendrix com sua banda recém-formada The Jimi Hendrix Experience.

O Hallenstadion trepidou nas duas noites. O organizador era Hans-Ruedi Jaggi, que já havia trazido os Rolling Stones para Zurique no ano anterior.

Depois do show de Jimi Hendrix na noite de sexta-feira - o concerto da noite anterior havia rolado pacificamente - algumas cadeiras de madeira foram quebradas. Os fãs jogavam as cadeiras dobráveis ​​em pilhas, mas as imagens da TV sugeriam falsamente montanhas de móveis quebrados.

Lá fora, alguns visitantes se aqueciam em volta de uma fogueira. Essa foi a razão que a polícia achou para acionar seus músculos à gosto contra a pacífica marcha de fãs que se encaminhavam para a estação rodoviária. Canhões de água e balas de borracha foram usados 'à discrétion'. Alguns grupos de fãs reagiram e o tumulto se transferiu para o centro da cidade e durou até as primeiras horas da manhã.

A insatisfação de longa data da juventude com a autoridade burguesa irrompeu então de vez. Quatro semanas após o "Monster Concert". irromperram os chamados "Globus Kravalle" (os tumultos do Globus - pois o conflito entre jovens e policiais começou na frente da famosa loja de departamentos zuriquenha). E nada mais foi como antes.