Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

10 anos da crise financeira Bancos suíços não contam mais com dinheiro fácil

Entrada de um banco suíço

Após uma década marcada por quedas de rentabilidade, empregos, e da sua parcela de contribuição à economia nacional, o futuro dos bancos suíços é incerto. 

(Keystone)

Crise financeira, ataques ao sigilo bancário, investigações, escândalos e multas: o centro financeiro suíço teve um período turbulento entre 2008 e 2018. O setor bancário continua sendo um dos pilares da economia nacional, mas sua importância diminuiu ao curso da última década.

À primeira vista, dez anos após o início da crise financeira global, os banqueiros suíços só têm motivos para sorrir. No ano passado, 229 dos 253 bancos ativos na Suíça fecharam seus balanços com lucro. No total, o setor bancário registrou um lucro total de 9,8 bilhões de francos suíços, um aumento de 24% em relação a 2016.

Os ativos sob gestão atingiram CHF 29,282 bilhões, superando pela primeira vez o nível dos anos anteriores à crise de 2008. Quase metade desses recursos veio de clientes estrangeiros. O centro financeiro suíço é também o líder mundial em gestão de patrimônio: mais de um quarto (27,5%) dos ativos offshore são administrados na Suíça.

Apesar de um declínio gradual na última década, o centro financeiro continua a contribuir significativamente para a economia nacional. Em 2017, o valor adicionado criado pelos bancos e seguradoras representou 9,1% do Produto Interno Bruto (PIB). Uma proporção que, na Europa, é apenas ultrapassada por Luxemburgo, onde o centro financeiro representa quase um quarto da riqueza nacional.

(1)

Valeur ajoutée créée par les banques et les compagnies d'assurance en % du produit intérieur brut (PIB)

Dito isso, a contribuição do centro financeiro para o PIB vem cada vez mais das seguradoras, que registraram um aumento entre 2008 e 2017. O valor adicionado atribuível aos bancos experimentou uma queda significativa nesse período. período, caindo abaixo de 5% do PIB.

(2)

Gráfico: criação de valor agregado no setor financeiro

Em termos de emprego, a evolução é semelhante. As empresas do setor de seguros permaneceram relativamente estáveis ​​(mais de 40.000 empregos), enquanto o número de postos de trabalho oferecidos pelos bancos caiu drasticamente, de 123.745 empregos em tempo integral em 2008 para 104.925 neste ano. Esta tendência deve-se principalmente a cortes de pessoal nos dois principais bancos suíços, UBS e Credit Suisse, após a crise.

Mas o enfraquecimento do setor bancário também vem do resultado operacional, um valor que mostra a lucratividade efetiva dos bancos, antes das deduções e impostos. O resultado operacional do setor manteve-se em patamares bem abaixo dos alcançados antes de 2007.

(3)

Gráfico: resultado operacional dos bancos entre 2007 e 2017

Diversos fatores explicam esse declínio na lucratividade dos bancos. As margens de lucro foram reduzidas após a aplicação de taxas de juros negativas pelo SNB, o banco central suíço. Os custos administrativos, por outro lado, aumentaram com o regulamento posto em prática pelas autoridades federais para estabilizar o setor financeiro e implementar a troca automática de informações fiscais.

Com a crise financeira de 2008, o número de bancos ativos na Suíça também diminuiu. Um fenômeno relacionado ao processo de concentração em curso no setor, mas também de bancos estrangeiros. Só em 2017, 8 bancos estrangeiros deixaram de fazer negócios na Suíça.

(4)

Graphique: Banques actives en Suisse

Apesar dos sinais de recuperação em 2017, os bancos suíços ainda enfrentam muitas incertezas. Em particular, eles terão que permanecer competitivos internacionalmente, depois de terem perdido a vantagem competitiva vinculada ao sigilo bancário. Além disso, o impasse nas negociações entre a Suíça e a União Europeia com vista a concluir um acordo-quadro pesa particularmente no setor bancário e financeiro. Sem este acordo, os membros da União não pretendem discutir a abertura de seus mercados aos bancos suíços.


swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.