Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

150 anos de turismo de inverno na Suíça Neve, sol e estrelas

Há 150 ano, os Alpes nevados ainda eram desconhecidos e inexplorados. Descobriu-se então o efeito curativo do bom ar seco da montanha no inverno. Os tuberculosos vinham se repousar e, quando retomavam suas forças, voltavam para um prazer que haviam conhecido. Assim surgiu o turismo de inverno.

O papel de pioneiro dos esportes de inverno vem das estações termais de Saint-Moritz e Davos, no cantão dos Grisões, não somente para a Suíça, mas universalmente. Os britânicos foram os primeiros conquistados, mas também os alemães. Construíram-se as primeiras pistas de patinação e hotéis luxuosos. Depois apareceram as muito populares corridas de cavalo na neve e no gelo. Enfim surgiu o esqui. Se a Suíça continua o “máximo” em esportes de inverno, é também devido sua situação geográfica e de suas paisagens alpinas. Basta pensar no Piz Bernina, no Eiger, no Mönsch e na Jungfrau, ou ainda no Cervino.

O universo da montanha mudou muito nesses anos: ruas, teleféricos e residências secundárias surgiram. O turismo mudou a natureza dos Alpes. Mas a luz é a mesma, o ar puro, a neve fresca, mesmo se ela é cada vez mais produzida artificialmente hoje.

O livro „Schnee, Sonne und Stars“ foi publicado em 2014 pelas Edições Neue Zürcher Zeitung.

(Fotos: Editions NZZ; texto: Gaby Ochsenbein, swissinfo.ch) 

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.