AFP

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe (C), é recebido pelo vice-presidente de Cuba, Salvador Valdes Mesa (E), no aeroporto José Martí em Havana, no dia 22 de setembro de 2016

(afp_tickers)

Shinzo Abe iniciou nesta quinta-feira (22) a primeira visita de um premiê do Japão a Cuba, com a qual pretende dar início a uma nova fase nas relações bilaterais após o degelo entre Havana e Washington, aliado de Tóquio.

Abe chegou ao aeroporto internacional de Havana às 14h locais (15h, no horário de Brasília) e foi recebido pelo vice-presidente cubano, Salvador Valdés.

"Espero, sinceramente, que minha estada aqui se transforme em uma oportunidade para abrir uma nova página nas relações na amizade entre ambos os países", declarou Abe em entrevista publicada pelo jornal Granma antes de sua chegada.

Entre 1970 e 1985, o Japão era o segundo parceiro comercial de Cuba. Depois desse período, a relação econômica recuou significativamente, devido à deterioração das condições econômicas na Ilha.

Abe antecipou que defenderá um "diálogo aberto de opiniões" sobre variados temas, no encontro com as autoridades cubanas lideradas pelo presidente Raúl Castro.

afp_tickers

 AFP