AFP

(Arquivo) Policiais são vistos em Paris, no dia 14 de julho de 2016

(afp_tickers)

Um adolescente de 16 anos, suspeito de ter originado um falso alerta que provocou no sábado uma operação antiterrorista em Paris, foi detido nesta segunda-feira, e colocado em prisão preventiva, informaram fontes ligadas à investigação.

O jovem foi detido no leste da França, segundo uma das fontes.

Outro adolescente ainda é procurado.

Os investigadores privilegiam a tese de um ato malicioso realizado por 'hackers'.

A revista L'Obs publicou no domingo em seu site uma entrevista com os dois jovens, de 16 e 17 anos, que reivindicavam ater fabricado o falso alerta com o único único objetivo de "fazer buzz", ou seja, atrair a atenção.

O Ministério de Paris abriu uma investigação por "denúncia de crime imaginário e divulgação de falsa informação com o objetivo de fazer crer em uma destruição perigosa".

Uma ligação à polícia, no sábado à tarde, falava de uma possível tomada de reféns em uma igreja do centro da capital, o que desencadeou uma vasta operação das forças de ordem.

O setor foi cercado e os vizinhos evacuados em confinados em suas casas.

Como a França vive em meio a novos atentados jihadistas depois de vários registrados desde 2015, esta operação provocou comoção, em particular nas redes sociais, até que se eliminou o alerta.

afp_tickers

 AFP