AFP

O cantor e compositor americano Chuck Berry em show em Montevidéu, em 15 de abril de 2013

(afp_tickers)

O pioneiro do rock Chuck Berry comemorou 90 anos nesta terça-feira com o surpreendente anúncio de um novo álbum, seu primeiro em quase 40 anos.

O disco, intitulado simplesmente "Chuck", foi gravado em um estúdio perto de Saint Louis (Missouri, centro dos Estados Unidos), sua cidade natal, e deve sair no transcurso do próximo ano.

Considerado um dos criadores do rock'n roll, Chuck Berry ajudou a definir a cultura popular da década de 1950 e o futuro da música, combinando Rhythm & Blues, guitarra country e um senso único de espetáculo e palco.

Seu hit de 1958, "Johnny B. Goode", se mantém como uma das canções mais conhecidas da música popular e, inclusive, foi selecionada para ser uma das representantes do rock enviadas em 1977 na sonda espacial Voyager a possíveis extraterrestres.

"Chuck" será o primeiro álbum de Chuck Berry em 38 anos.

O músico, considerado um dos melhores guitarristas de todos os tempos, dedicou o álbum à sua esposa, Themetta Berry, com quem vive há 68 anos.

"Amor, estou ficando velho! Trabalhei muito tempo neste disco. Agora, posso pendurar as chuteiras", declarou o cantor em um comunicado.

Berry gravou o novo álbum com a banda que o acompanhou durante duas décadas de apresentações no Blueberry Club, em Saint Louis, e na qual seu filho, Charles Berry Jr., toca guitarra.

Chuck Berry, que fez parte do primeiro grupo de cantores a entrar no Hall da Fama do Rock and Roll de Cleveland (Ohio), em sua abertura, em 1986, promoverá seu novo álbum mediante diversos eventos, que serão divulgados mais adiante, informou sua gravadora.

afp_tickers

 AFP