AFP

(11 set) Andrej Plenkovic fala sobre a vitória nas eleições parlamentares, em Zagreb

(afp_tickers)

Os conservadores croatas do partido HDZ venceram as eleições legislativas deste domingo e estão em boa posição para formar uma coalizão de governo, de acordo com os resultados de quase todas as urnas.

O HDZ conquistou 61 das 151 cadeiras do Parlamento, contra 54 dos social-democratas (SDP), que eram os favoritos nas pesquisas.

Com 13 deputados, o partido conservador Most, ligado à Igreja Católica, terá um papel chave na formação do próximo governo. Apesar de ter apresentado uma série de condições, parece mais disposto a uma aliança com os conservadores do HDZ.

Os dois partidos já trabalharam juntos durante um breve governo precedente.

"Tenho certeza de que somos o partido que terá o privilégio de formar o próximo governo croata", declarou Andrej Plenkovic, novo líder do HDZ, a seus correligionários na madrugada desta segunda-feira.

Ele prometeu um governo pró-Europa.

Os resultados mostra o acerto da linha centrista imposta por Plenkovic, de 46 anos, jurista e diplomata, desde que assumiu a liderança do partido conservador, deixando para trás a retórica nacionalista de seu antecessor, Tomislav Karamarko.

O governo anterior, também dirigido pelo HDZ, durou apenas seis meses. Em junho, a frágil coalizão caiu em consequência de um escândalo político-financeiro e por constantes polêmicas.

Durante o breve mandato, as já tensas relações com a Sérvia registraram o nível mais complexo desde a guerra de independência nos anos 1990.

afp_tickers

 AFP