AFP

(Arquivo) Forças de segurança israelenses cercam local de ataque com faca, em Hebron, no dia 17 de setembro de 2016

(afp_tickers)

Um palestino que tentou esfaquear nesta segunda-feira policiais israelenses em Hebron, no sul da Cisjordânia, foi abatido e outro ficou gravemente ferido pelas forças de segurança e acabou morrendo no hospital, informou a polícia.

Os incidentes ocorreram nas proximidades do Túmulo dos Patriarcas (mesquita de Ibrahim para os muçulmanos), lugar sagrado venerado por judeus e muçulmanos em cujas proximidades ocorreram vários ataques nos últimos meses.

A polícia disse que os criminosos, com cerca de vinte anos, eram moradores de Hebron, na Cisjordânia ocupada por Israel há meio século.

Os jovens despertaram suspeitas quando se aproximavam de um posto de controle da polícia israelense, cujos efetivos ordenaram que se separassem para ser submetidos a uma revista, segundo ela.

Ambos rejeitaram a ordem e, quando os policiais se aproximaram, um deles pegou uma faca e tentou atacá-los, levando um dos agentes a abrir fogo contra o agressor, de acordo com a fonte policial.

O outro palestino também pegou em uma faca e foi "neutralizado" mediante disparos.

Após várias semanas de calma, a violência entre palestinos e israelenses ressurgiu, sendo esta a sétima agressão registrada desde sexta-feira.

afp_tickers

 AFP