AFP

O senador Bernie Sanders, na Filadélfia, no dia 26 de julho de 2016

(afp_tickers)

O senador Bernie Sanders, ex-rival de Hillary Clinton nas prévias democratas americanas, fez um apelo pela unidade e pediu a seus seguidores, nesta sexta-feira (5), que votem na ex-secretária de Estado quando forem às urnas em 8 de novembro.

"Apoio Hillary Clinton. Aqueles que votaram em mim têm de fazer o mesmo", manifestou o senador por Vermont, em um artigo de opinião publicado no jornal "The Los Angeles Times".

"Entendo que muitos dos que me apoiaram estejam decepcionados com os resultados finais do processo de indicação, mas se desanimar e ficar inativo não ajudará em nada", afirmou Sanders.

Diante do "desastre" e da "vergonha" que seria para o país o candidato republicano, Donald Trump, na presidência, o senador insistiu em que é fundamental cerrar fileiras com Hillary.

Sanders elogiou as qualidades da ex-secretária - em matéria de Economia, Justiça, Saúde e Meio Ambiente - para governar a primeira potência mundial.

"Nossas campanhas trabalharam de mãos dadas para criar um dos programas mais progressistas da história política americana (...) A revolução para transformar os Estados Unidos (iniciada nas prévias do partido) continuará enquanto Hillary Clinton tenta chegar à Casa Branca", prometeu.

afp_tickers

 AFP