AFP

O suspeito Ahmad Khan Rahami, em foto cedida pela Polícia de Nova Jersey

(afp_tickers)

O FBI (a Polícia Federal americana) investigou o suspeito dos atentados a bomba em Nova York e Nova Jersey, Ahmad Khan Rahami, em agosto de 2014, depois de seu pai tê-lo denunciado às autoridades, mas nenhum vínculo com terrorismo foi encontrado - informou o órgão nesta terça (20).

De acordo com o comunicado divulgado, "o FBI conduziu revisões nas bases de dados internas, consultas interagências e múltiplas entrevistas, nenhuma das quais revelou vínculos com o terrorismo".

"A avaliação" de Rahami foi iniciada pelo FBI "com base nas palavras de seu pai depois de uma briga de família", completou a nota.

O pai de Ahmad Khan Rahami havia dito à imprensa que procurou o FBI em 2014 para informar que seu filho era um terrorista.

Rahami é suspeito de ter colocado a bomba que explodiu no bairro de Chelsea, em Nova York, em um ato que feriu 29 pessoas.

afp_tickers

 AFP