AFP

Policiais interditam a área do tiroteio em Dallas

(afp_tickers)

O homem que foi abatido pela polícia depois dos tiroteios da noite desta quinta-feira em Dallas afirmou que não era afiliado a qualquer grupo e que queria apenas matar policiais brancos, revelou nesta sexta-feira o chefe de polícia de Dallas, David Brown.

O policial afirmou que o suspeito foi morto por um artefato explosivo detonado pela polícia durante o incidente.

Brown também fez um dramático apelo à unidade, afirmando que "isso tem que acabar, esta divisão entre nossa polícia e nossos cidadãos".

"Os policiais de Dallas estão abalados. Nosso coração está partido. Não há palavras para descrever a atrocidade que ocorreu em nossa cidade", acrescentou.

afp_tickers

 AFP