AFP

(Arquivo) Um soldado somali é visto no local de ataque suicida com carro-bomba, em Mogadíscio, no dia 5 de setembro de 2016

(afp_tickers)

Um general somali conhecido por sua luta contra os extremistas e quatro de seus guarda-costas morreram neste domingo em um atentado suicida, reivindicado pelo grupo islamita shebab.

O general Mohamed Roble Jimale Gobale morreu junto a quatro de seus guarda-costas no ataque ocorrido no sul de Mogadíscio, quando o suicida bateu seu carro carregado de explosivos contra o veículo no qual o militar viajava.

"A explosão foi gigante, vi fumaça e fogo que ofuscou toda a área", contou a testemunha Abdi Hasan.

O ataque foi reivindicado pelo grupo extremista em um comunicado lido na rádio Andalis e citado em uma página ligada ao grupo.

afp_tickers

 AFP