AFP

Membros das forças de segurança israelenses são vistos em Jerusalém, no dia 27 de junho de 2016

(afp_tickers)

Um menino palestino de 12 anos faleceu, nesta terça-feira (19), vitimado por disparos de soldados israelenses perto de Jerusalém - anunciou o Ministério palestino da Saúde.

"Mohiyeh al-Tabakhi, de 12, morreu por disparos de soldados da Ocupação na localidade de Al-Ram [ao norte de Jerusalém]", informou o Ministério em um comunicado.

Questionada pela AFP, a Polícia israelense disse ter lançado granadas de gás lacrimogêneo e de efeito moral contra manifestantes nesse setor, mas negou ter usado balas reais.

"Não houve disparos", garantiu a porta-voz da Polícia israelense, Luba Samri.

Segundo fontes médicas, porém, citadas pela agência oficial de notícias palestina Wafa, o garoto foi atingido no peito por uma bala de borracha com núcleo de metal, o que lhe provocou uma parada cardíaca.

Desde outubro passado, a onda de violência que explodiu em Israel e nos Territórios Palestinos custou a vida de 217 palestinos, de 34 israelenses, de dois americanos, de um eritreu e de um sudanês, de acordo com balanço feito pela AFP.

afp_tickers

 AFP