AFP

A americana Monsanto, especializada em organismos geneticamente modificados e pesticidas, declarou nesta terça-feira que a oferta de compra lançada por sua concorrente alemã Bayer era "insuficiente" para garantir uma fusão entre as duas empresas.

(afp_tickers)

A americana Monsanto, especializada em organismos geneticamente modificados e pesticidas, declarou nesta terça-feira que a oferta de compra lançada por sua concorrente alemã Bayer era "insuficiente" para garantir uma fusão entre as duas empresas.

"O conselho de administração estimou unanimamente que a proposta revisada da Bayer era financeiramente inadequada e insuficiente", afirmou em comunicado o grupo americano, que esclareceu que mantinha "em aberto" negociações "construtivas".

A Bayer melhorou na semana passada sua oferta a 125 dólares por cada ação da Monsanto. A proposta anterior foi de 122 dólares.

A Monsanto deseja que seu pretendente aumente o montante da proposta para que ela aceite a fusão.

Na semana passada, a Bayer aumentou na semana passada sua oferta para 125 dólares por ação da Monsanto contra 122 anteriormente, mas evitando dar uma valorização global do grupo americano devido à evolução permanente do volume da dívida.

A proposta inicial, rejeitada imediatamente pela Monsanto, contemplava uma operação por 62 bilhões de dólares (incluindo a dívida).

afp_tickers

 AFP