AFP

Francisco discursa na audiência geral no Vaticano

(afp_tickers)

O Papa Francisco pediu nesta quarta-feira aos atletas que participarão dos Jogos Olímpicos Rio-2016 que não busquem apenas ganhar medalhas, mas também um mundo em que reine a solidariedade, ao mesmo tempo em que enviou uma mensagem especial aos brasileiros.

"Queria agora dirigir uma saudação afetuosa ao povo brasileiro, em particular à cidade do Rio de Janeiro, que acolhe atletas e torcedores do mundo inteiro por ocasião das Olimpíadas", disse.

"Diante de um mundo que está sedento de paz, tolerância e reconciliação, faço votos de que o espírito dos Jogos Olímpicos possa inspirar a todos, participantes e espectadores, a combater o bom combate e a terminar juntos a corrida, almejando alcançar como prêmio não uma medalha, mas algo muito mais valioso: a realização de uma civilização onde reine a solidariedade, fundada no reconhecimento de que todos somos membros de uma única família humana, independentemente das diferenças de cultura, cor da pele ou religião", afirmou em sua tradicional audiência geral das quartas-feiras no Vaticano.

"E aos brasileiros, que com sua característica alegria e hospitalidade organizam a festa do esporte, desejo que esta seja uma oportunidade para superar os momentos difíceis e comprometer-se a 'trabalhar em equipe' para a construção de um país mais justo e mais seguro, apostando num futuro cheio de esperança e alegria! Que Deus abençoe a todos!", completou.

Também nesta quarta-feira, o papa falou sobre sua recente visita ao campo de extermínio de Auschwitz, onde durante a Segunda Guerra Mundial morreram 1,1 milhão de pessoas, em sua maioria judeus.

"No silêncio escutei, senti a presença de todas as almas que passaram por ali (...) Vendo a crueldade naquele campo de concentração pensei imediatamente nas crueldades de hoje", afirmou.

afp_tickers

 AFP