AFP

O incidente ocorreu pouco depois das 02h15 da madrugada (04h15 de Brasília) em uma área central da cidade

(afp_tickers)

Ao menos uma pessoa morreu e outras quatro ficaram feridas na madrugada deste domingo em um tiroteio em Austin, a capital do Texas, e a polícia advertiu que o atirador permanece foragido.

O incidente ocorreu pouco depois das 02h15 da madrugada (04h15 de Brasília) em uma área central da cidade, com bares e casas noturnas, e a polícia recomendou que a população permaneça afastada deste local por ainda haver um "atirador ativo".

"Um atirador ativo em incidente no centro, múltiplas vítimas. Permaneçam fora do centro", alertou a polícia de Austin através da rede social Twitter.

Uma mulher morreu e outras três mulheres baleadas foram levadas a um hospital local, disse o Serviço Médico de Emergência do Condado de Austin-Travis.

Uma quinta vítima, um homem, recusou atendimento, indicou o Serviço.

A polícia confirmou posteriormente que houve um segundo incidente separado com tiros na área, que ocorreu poucos minutos depois, embora apenas um homem armado tenha ficado ferido.

Em todos os Estados Unidos, e especialmente no Texas, a polícia permanece inquieta após uma série de tiroteios, incluindo um no dia 7 de julho em Dallas no qual cinco agentes que protegiam uma marcha pacífica contra a brutalidade policial foram assassinados por um extremista negro.

Nesta ocasião, os policiais inicialmente pensaram que enfrentavam vários atiradores. Depois perceberam que se tratava de apenas um indivíduo armado com um rifle que disparava de diferentes posições.

"Cena caótica"

Em uma coletiva de imprensa antes do amanhecer transmitida via Periscope, o chefe do Estado-Maior da polícia, Brian Manley, disse acreditar que o atirador não identificado do primeiro incidente, que segue foragido, era um hispânico de cerca de 20 anos e pele clara.

Depois de receber as primeiras denúncias do incidente às 02h17 da madrugada, os agentes se dirigiram a esta movimentada área do centro, onde encontraram uma "cena muito caótica", indicou Manley.

Parecia se tratar de um caso no qual um indivíduo pegou uma arma e disparou contra uma multidão de pedestres, disse.

Uma mulher de cerca de 20 anos morreu no local.

Sete minutos depois a polícia foi notificada de um segundo tiroteio dentro de um estacionamento próximo, explicou.

Neste incidente, um indivíduo pegou uma arma e começou a atirar, mas foi confrontado por outras pessoas, que o derrubaram e desarmaram.

Manley disse que este suposto atirador, que ficou ferido, foi detido e levado ao hospital. Seu estado de saúde não foi informado.

Não está claro se o atirador do primeiro incidente conhecia alguma de suas vítimas e Manley explicou que isso é parte da investigação em andamento.

O oficial convocou qualquer testemunha que tenha vídeos ou fotos do incidente a compartilhá-los com a polícia.

Sam Vedamanikam, de 26 anos, disse ao jornal Austin American-Statesman que ele e alguns amigos estavam saindo de uma casa noturna e se encaminhando para seu carro quando ouviram quatro ou cinco tiros.

"Havia um monte de gente na 6ª Street e vi que todas se jogavam no chão", indicou Vedamanikan ao jornal. "Muita gente estava gritando", acrescentou.

A testemunha Dorian Santiago descreveu cenas de pânico quando os primeiros disparos foram ouvidos.

"Ouvimos cinco tiros e então as pessoas começaram a correr como loucas", contou Santiago à Sky News.

afp_tickers

 AFP