AFP

(Arquivo) O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump

(afp_tickers)

O candidato presidencial republicano, Donald Trump, expressou nesta segunda-feira convicção de que a presidente do Federal Rerserve (Fed), Janet Yellen, mantém os juros baixos para favorecer a agenda política da Casa Branca.

A taxa de juros "se mantém em zero porque ela obviamente está fazendo política e está fazendo o que (o presidente Barack) Obama quer que faça", disse Trump em declaração à rede de televisão CNBC.

"Eu sei que não deveria ser dessa forma, mas é a razão pela qual (a taxa) é baixa", acrescentou.

Para o candidato presidencial conservador, a iniciativa deixa ao próximo presidente a difícil tarefa de elevar os juros.

"O presidente Obama é que mantém baixa a taxa de juros. Não tenho dúvidas de que essa é a razão pela qual a estão mantendo baixa", afirmou.

Na semana passada, a candidata democrata, Hillary Clinton, já havia criticado declarações de Trump nesse mesmo sentido.

Essas declarações, disse Clinton, podem afetar interesses de investidores e de mercados. Por estatuto, o Fed é um organismo independente, blindado de qualquer influência política.

Nesta segunda-feira, Trump também disse que os juros baixos criam um "falso mercado", e acrescentou que a Bolsa possivelmente cairá quando a taxa básica subir.

Para o candidato, "as pessoas mais afetadas são as que pouparam a vida toda e pensaram que viveriam dos juros, mas que agora estão sendo esmagadas", disse.

As declarações de Trump aconteceram depois que os mercados americanos recuaram mais de 2% de sexta-feira diante dos temores de que o Fed possa elevar os juros no próximo mês.

Em dezembro passado, o Fed elevou os juros pela primeira vez em praticamente uma década, sugerindo o fim de uma fase de políticas de estímulo lançadas para enfrentar a crise financeira.

Desde então, o Fed bloqueou novos aumentos dos juros em meio a preocupações sobre a fragilidade da economia local.

afp_tickers

 AFP