AFP

Wall Street voltou à alta nesta segunda-feira depois que uma integrante do Federal Reserve defendeu que os juros não sejam aumentados na próxima reunião

(afp_tickers)

Wall Street voltou à alta nesta segunda-feira depois que uma integrante do Federal Reserve defendeu que os juros não sejam aumentados na próxima reunião.

A governadora do Fed Lael Brainard disse que a entidade deveria agir de forma "moderada y gradual" para aumentar as taxa de juros e evitar "endurecer preventivamente a política" monetária.

Seus comentários foram no sentido oposto aos formulados por outros membros do Fed na sexta-feira, que geraram perdas de mais de 2% em Wall Street.

O índice Dow Jones subiu 1,32%, a 18.325,07 unidades; o Nasdaq teve alta de 1,68%, a 5.211,89 unidades.

As empresas tecnológicas foram as que mais subiram: a Apple 2,3%, a Microsoft 1,5% e a Netflix 2,6%.

No mercado de títulos, às 20H20 (17H20 horário de Brasília) o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos era de 1,669% contra 1,672% de sexta-feira, e o dos papéis a 30 anos era de 2,394% de 2,392% na sessão anterior.

afp_tickers

 AFP