AFP

O diretor e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em Barcelona, no dia 21 de fevereiro de 2016

(afp_tickers)

O diretor e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, lançou mais uma novidade na rede social na quarta-feira, ao transmitir ao vivo um bate-papo on-line com astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS).

Em uma transmissão em vídeo exibida em tempo real na página da Nasa no Facebook, Zuckerberg elogiou o trabalho que está sendo feito na estação e fez perguntas, algumas delas enviadas por usuários.

Zuckerberg afirmou que a missão do Facebook tem sido há muito tempo conectar a todos no mundo, e que "conectar pessoas que estão no espaço é o mais extremo e mais legal que se pode alcançar".

A conversa entre Zuckerberg e três membros da tripulação da ISS durou aproximadamente 20 minutos e abordou desde experimentos que estão sendo feitos no espaço até o gosto dos alimentos que os astronautas consomem e o que eles fazem para se divertir.

Os experimentos incluem, por exemplo, o estudo dos efeitos da gravidade zero na combustão, nos líquidos e no corpo humano.

Aprender a manter as pessoas e a estação em "boa forma" no espaço é um passo importante para as explorações futuras do cosmos, de acordo com a tripulação.

Os astronautas compartilharam ideias como a de que estar no espaço parece alterar o paladar, o que os levou a apimentar os alimentos na estação.

O comandante da ISS, Timothy Kopra, observou que produtos vendidos em mercados como sorvetes dos astronautas não são nada parecidos com os reais. Lembrou, ainda, que a cápsula Space X levou um pouco de sorvete real para a ISS algum tempo atrás, do qual já não sobrava quase nada.

Quando perguntado sobre o Facebook no espaço, Kopra disse que ele tem gostado de compartilhar fotos e reflexões na rede social.

Para se divertir, os astronautas olham pela janela e se maravilham com a beleza da Terra, além de brincarem com a gravidade zero. Para exemplificar, o trio deu cambalhotas simultâneas no ar.

"Este não teria sido o primeiro ao vivo para o espaço exterior se não mostrasse astronautas dando alguns giros na gravidade zero", brincou Zuckerberg. "É incrível que essa coisa tenha funcionado", completou.

afp_tickers

 AFP