Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Altos e baixos


Como uma moeda refúgio causa problemas para o banco central


 Outras línguas: 6  Línguas: 6
Incorporar

O franco suíço tem sido tradicionalmente um refúgio seguro para os investidores em tempos de crise. Mas por que, exatamente, o banco central suíço vem tentando manchar a reputação da moeda? (Michele Andina & Matthew Allen, swissinfo.ch)

A crise financeira de 2008 mergulhou vários países em estagnação ou recessão. Os investidores começaram a procurar um lugar para preservar seus ativos, preferindo o franco suíço ao euro e ao dólar. Isso teve um efeito dramático nas taxas de câmbio. No final de 2009, um euro valia menos de 1,50 franco. As exportações suíças ficaram mais caras, tornando os exportadores do país menos competitivos na Europa, seu principal mercado.

Para piorar a situação, o franco suíço também se valorizou em relação ao dólar. Em outubro de 2010, um dólar custava menos de um franco. O banco central suíço (SNB) decidiu agir, emitindo francos suíços para comprar euros, em uma tentativa de frear a apreciação da moeda suíça.