Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Aplausos e vaias Desfile da cidade une história e atualidade

Um dia ensolarado agraciou o tradicional desfile do 16 de maio, data do aniversário de Nova Friburgo, que trouxe algumas surpresas e inovações na comemoração dos 200 anos.

manifestantes

A população de Nova Friburgo descontente com o prefeito Renato Bravo aproveitou o desfile de aniversário para manifestar

(swissinfo.ch)

O povo friburguense não quis aproveitar o feriado da cidade para ficar um pouco mais na cama. Já bem cedo, levas de pessoas – algumas bem irritadas – tentavam chegar perto da prefeitura da cidade, onde foi instalado o palanque das autoridades. “Estão fazendo a gente de palhaço, andamos à beça para chegar até aqui, mas as ruas de acesso à prefeitura estão todas bloqueadas e cheias de seguranças que não deixam ninguém passar”, diz um grupo de duas famílias que veio assistir ao desfile.

Os suíços que vieram participar do desfile também começaram a chegar cedo à concentração:

(1)

pessoas

Uma medida de segurança que surpreendeu quem passava desfilando em frente à prefeitura, primeira etapa a ser percorrida na avenida Alberto Braune, principal via da cidade. “Puxa, está bem vazio, espero que cheguem mais pessoas”, disse o suíço Raphael Fessler, presidente da “Association Fribourg-NovaFriburgo”, que desfilava com a delegação de suíços que vieram homenagear os 200 anos da assinatura do acordo que possibilitou a vinda de 2000 suíços para Nova Friburgo.

Na verdade, a população veio em massa admirar o desfile, só que estava aglomerada 100 metros abaixo da prefeitura. “O prefeito Renato Bravo deve ter feito isso para manter os manifestantes à distância”, conta uma fotógrafa que estava cobrindo o evento, em alusão a ameaças de protestos contra o prefeito, previstos para a hora do desfile. Os jornalistas foram um dos poucos que puderam chegar perto da prefeitura. O palanque das autoridades, aliás, sem ninguém da população em volta e com quase metade dos membros do poder com quepes e uniformes, lembrava uma outra fase da história do Brasil, essa um pouco mais recente.

A vontade de contar a história dos 200 anos da formação da cidade foi o que inovou o desfile de 2018. Tradicionalmente um desfile de escolas e associações sem grande unidade, no ano do bicentenário a prefeitura planejou um desfile temático histórico. Dividido em vários atos, cada um representando um pouco a história da cidade, o desfile todo apareceu como uma escola de samba sob o enredo dos 200 anos de Nova Friburgo.

Abaixo o desfile dos suíços e de algumas famílias suíças de Nova Friburgo:

(2)

pessoas

swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.