Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Arqueologia industrial Testemunhos dos tempos modernos

Apenas 50 anos atrás, a indústria suíça gerava metade da renda nacional. Desde então, muitas fábricas foram fechadas, mas a grande era industrial continua a marcar a paisagem e o modo de vida do país.

Na Suíça, a falta de vastas áreas aráveis levou os agricultores a se dedicarem à prática do artesanato, de onde se originaram muitas indústrias desde o século XIX. A industrialização foi incentivada pela posição central na Europa e pela ausência de uma aristocracia, que em outros países reprimia a iniciativa privada.

Não faltava matérias-primas e até 1860 a Suíça era até autosuficiente. Havia, em todo o país, centenas de minas de minerais e metais, como ferro, chumbo, zinco e ouro. Sem mencionar a madeira, o carvão e a energia hidrelétrica, que garantiam suas necessidades energéticas.

O advento da ferrovia trouxe um fim para as atividades de mineração – as matérias-primas importadas passaram a custar menos - mas também permitiu que os produtos industriais suíços conquistassem os mercados externos. Poupada das guerras mundiais, nos anos 60, a indústria suíça estava entre as 10 mais importantes do mundo.

As fotos são tiradas do livro "Die industrielle Schweiz, vom 18. ins 21. Jahrhundert", publicado em 2011 por Hans-Peter Bärtschi. Salvo indicação de outra fonte, foram feitas pelo autor do livro.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.