Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Carga subterrânea


Projeto futurístico pretende transportar mercadorias por debaixo da terra


 Outras línguas: 4  Línguas: 4
Incorporar

A ideia é criar um enorme sistema automático de transporte de carga subterrâneo para tirar a pressão das estradas e ferrovias. Para o governo suíço o projeto é “emocionante”, mas deveria ser financiado totalmente pelo setor privado. (SRF/swissinfo.ch)

O projeto “Cargo Sous Terrain” (carga subterrânea) pretende reduzir substancialmente o tráfego rodoviário de mercadorias na Suíça.

Um estudo de viabilidade apresentado na terça-feira (26) revelou que apenas o primeiro trajeto da rede de túneis necessária para transportar as mercadorias iria custar 3.5 bilhões de francos suíços (US$ 3.4 bilhões) para um trecho de 66,7 km de comprimento. Para o consórcio de empresas privadas que trabalha no projeto há dois anos, o sistema é realizável tecnicamente e rentável.

Os promotores dizem que a primeira parte da rede de transporte subterrâneo poderia ficar pronta em 2030. A rede seria, assim, uma "solução pragmática e tecnicamente simples", dizem.

Concretamente, isso significa cavar uma rede de túneis com seis metros de diâmetro a 50 metros abaixo da superfície. Eles teriam três vias. Os produtos seriam colocados em containers ou em paletes transportadas em veículos totalmente autônomos, movidos por indução eletromagnética, que circulariam a uma velocidade de 30 km/h durante 24 horas, ininterruptamente.

A Secretaria Federal de Transportes da Suíça encomendou um estudo para analisar o projeto em termos de benefício para a economia pública. O resultado irá determinar o futuro papel da Confederação (governo). Em princípio, o vice-diretor do órgão, Pierre-André Meyrat, disse seduzido por este esforço do setor privado para aliviar as redes existentes.