Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Carteira de motorista Suíços poderão dirigir só com câmbio automático

A partir de 1° de fevereiro, quem passar no teste de direção suíço em um veículo automático também poderá dirigir um carro manual.

Boîte de vitesse dans une voiture

Muitos motoristas apreciam não ter que passar marcha o tempo todo

(Keystone)

Até então, a maioria dos aspirantes a motorista fazia o teste em um carro com câmbio manual, o que os permitia, se passassem, dirigir carros manuais e também automáticos. Quem passava a prova em um carro automático, estava limitado a esse tipo de veículo.

+ informações sobre dirigir na Suíça

Mas isso ficou para trás. Não há mais diferença entre as duas provas. Quem tirar a carteira agora na Suíça com um carro automático pode pegar no volante de um veículo com transmissão manual - mesmo que nunca tenha passado uma marcha antes.

É provável que a maioria dos alunos opte por uma habilitação automática, pois os carros automáticos são mais fáceis de lidar e, portanto, é preciso menos aulas, economizando dinheiro.

Mas essa mudança da lei, aprovada pelo governo em dezembro, levantou o debate sobre a segurança no trânsito.

No entanto, o debate acabou por si só, já que que os carros manuais parecem uma raça em extinção, como mostram os Estados Unidos. Lá, os automáticos têm sido a maioria desde a década de 1950, e atualmente menos de 5% dos carros novos vendidos são manuais.

O mercado manual norte-americano diminuiu tanto que a Audi anunciou no ano passado que deixaria de vender transmissões manuais nos EUA e no Canadá a partir deste ano. A alavanca de câmbio também é rara em outros países grandes como a China e o Japão.

Durante muitos anos, a Europa preferiu os carros manuais. Mas a situação também está mudando. A França é particularmente resistente aos automáticos, que representavam apenas 3% dos veículos novos em 1995, embora esse número tenha aumentado para 29% no ano passado.

A tendência é semelhante na Suíça. Os carros automáticos representavam 19% dos carros novos em 1990, 26% em 2000 e quase 45% hoje.

Os automáticos costumavam ser considerados mais pesados, menos confiáveis, mais caros ou menos eficientes em termos de combustível que os manuais. Embora seja verdade que os automáticos continuem sendo um pouco mais caros, os outros argumentos não são mais válidos por causa do progresso técnico dos fabricantes de automóveis.

Outros fatores que explicam o crescente sucesso dos automáticos são que, em estradas cada vez mais congestionadas, é muito mais confortável não precisar passar constantemente a marcha nem pisar na embreagem. Além disso, os carros elétricos, cada vez mais populares, são todos automáticos.



Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.