Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Correios Suíços se modernizam


Apesar da modernização, alguns serviços tradicionais continuam como a triagem de cartas. (Keystone)

Apesar da modernização, alguns serviços tradicionais continuam como a triagem de cartas.

(Keystone)

Os Correios Suíços introduziram nos últimos tempos alguns serviços digitais práticos como o "Swiss Post Box" ou a "SuisseID".

Eles podem ser interessantes para usuários internos, mas também no exterior. Porém o interesse parece ser ainda bastante moderado.

Em todos os lares suíços, em cada empresa, existe pelo menos um computador. A infraestrutura de informática na Suíça é melhor do que na maioria dos outros países. Porém o grande público ainda não adotou algumas das ofertas de serviços digitais recém-criados pelos Correios Suíços como a SuisseID ou o Swiss Post Box (ler coluna da direita).

O primeiro é uma identidade eletrônica, que pode servir como assinatura digital com o mesmo valor legal da assinatura no papel.

O segundo, o Swiss Post Box, é um endereço de correspondência para o correio comum. Se desejado, cartas podem ser escaneadas e enviadas por e-mail. Essa oferta é destinada principalmente aos suíços que vivem no exterior.

Para o professor Wolfgang Stölzle, da cadeira de logística na Universidade de St. Gallen (nordeste da Suíça), essa relutância por parte do público deve-se muito à imagem dos Correios Suíços junto à população.

"Essa imagem está muito associada com as cartas e pacotes clássicos. A eles se inclui também os ônibus dos Correios. E os clientes do setor financeiro ainda pensam nos serviços clássicos dos Correios."

Mudança de mentalidade

Segundo Stölzle, até agora poucos clientes privados já foram confrontados às novas ofertas eletrônicas dos Correios. Poucos se interessam em saber como essas novidades podem ser integradas às suas vidas.

"Para informar uma camada maior da população, é necessário organizar uma grande campanha de conscientização e de marketing", declara o professor. "Para os clientes empresariais essa situação essa mais avançada, sobretudo graças aos diferentes nichos". Lá os Correios têm ofertas para atender as mais diferentes necessidades como serviços de logística para diferentes setores comerciais ou possibilidades de pagamento online.

Esforço necessário

Quando os Correios Suíços lançaram há alguns meses a "SuisseID" e o "Swiss Post Box", uma novidade mundial, as reações do público interno foram relativamente fracas.

"Mas haverá mudanças com o tempo", analisa Stölzle. "Pois os serviços eletrônicos economizam muito esforço físico, são enxutos e baratos. Quando os clientes perceberem que podem também economizar dinheiro com eles - e quando a sua qualidade também melhorar em alguns pontos - então eles se tornarão populares."

Fase de testes

Em relação aos serviços eletrônicos, os Correios Suíços ainda estão em uma fase de teste. "Não estou pensando aqui nos produtos, mas muito mais em como os clientes irão reagir a eles. Até agora a grande máquina de relações públicas ainda não começou a funcionar."

Isso está claro pois mesmo a "SuisseID", um serviço que oferece a possibilidade de realizar uma identificação segura das pessoas e de ter uma assinatura eletrônica para a internet, praticamente não teve procura.

Mesmo organizações de defesa do consumidor como a Fundação de Proteção do Consumidor (SKS, na sigla em alemão) recomendam não comprar o cartão (que permite a utilizar a SuisseID). Justificativa: em comparação com a chave USB, ela é muito mais cara e traria pouca utilidade prática no dia-a-dia.

Por enquanto, apenas uma livraria online e uma loja de produtos eletrônicos via internet oferecem a possibilidade de pagamento através da SuisseID. Uma utilização realmente ampla ainda está longe de ser concretizada.

Também no setor público, o cartão está tendo muito pouca utilização. A votação eletrônica nos plebiscitos populares ainda encontra-se em fase de testes e só é oferecida em poucos municípios (comunas). Também o registro de estabelecimento e saída das comunas ou a solicitação de cartões de estacionamento ainda não são possíveis em todo o território nacional.

Dessa forma parece demasiadamente otimista o objetivo dos Correios de vender até o final do ano 200 mil cartões, como havia sido projetado pelo Ministério suíço da Economia.

Maior aceitação

O professor Stölzle acredita que existam três condições para que os serviços digitais tenham uma melhor aceitação por parte da população: "Em primeiro lugar esses serviços devem ser de fácil utilização. Ninguém se dá ao trabalho de ler um monte de instruções, mesmo para utilizar um instrumento digital. Eles precisam ser autoexplicativos."

"Em segundo lugar", acrescenta ainda o acadêmico, "os consumidores não devem ter custos adicionais na sua utilização. É necessário oferecer um desconto ou um incentivo econômico para os usuários. E em terceiro lugar, os Correios Suíços precisam garantir uma elevada credibilidade. Isso, pois a empresa não pode correr riscos de cometer falhas ao escanear cartas e retransmiti-las com o Swiss Post Box, seja através dos próprios funcionários, falhas de processo ou falhas externas."

Stölzle está convencido que o envio físico de correios nunca irá acabar. "Porém as discussões ocorridas nos últimos meses dentro da empresa mostra que ela já está se acostumando à ideia de redução tendencial da carta clássica."

swissinfo.ch e agências

SuisseID

A SuisseID oferece uma identidade e assinatura digital. Dessa forma, esse serviço oferece uma facilidade e também mais segurança para o comércio eletrônico e também nos serviços oferecidos pelo serviço público.

Os Correios Suíços oferecem a SuisseID em três formatos: em um cartão com chip, em chave USB ou no chamado "SwissStick", uma chave USB com um browser protegido, um software de assinatura e outros programas. Para utilizar o cartão ou a chave é necessário ter uma senha pessoal.

Swiss Post Box

Quando o usuário faz o registro no Swiss Post Box, ele recebe um novo endereço de correspondência. Este pode ser dado a companhias de seguro, autoridades fiscais, empresas de cartões de crédito e outros.

Quando chega uma correspondência deles, os Correios Suíços escaneam a mensagem e a enviam por email como imagem. A carta original permanece fechada.

O usuário pode determinar por e-mail o que os Correios Suíços devem fazer com as cartas físicas. Opções: abrir e escanear, jogar fora, destruir ou enviar a um determinado endereço.



Links

×