Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Coronavírus Suíça proíbe eventos com mais de mil pessoas

A Suíça impôs a proibição de eventos públicos que reúnam mais de 1000 pessoas no mesmo local até, pelo menos, 15 de março, em resposta à ameaça do coronavírus.

Basel carnival goers

O carnaval da Basileia deveria começar no dia 2 de março

(Keystone / Valentin Flauraud)

A proibição entra em vigor com efeito imediato em meio à época do carnaval que continua nos cantões protestantes e atrai milhares de foliões a muitas cidades suíças, principalmente na cidade da Basileia. 

"A principal prioridade do Conselho Federal [governo] é proteger a população. Ele está respondendo aos últimos desenvolvimentos da epidemia do coronavírus e classificou a situação na Suíça como 'especial' em termos da Lei de Epidemias", disse o governo em um comunicado na sexta-feira. "Isto permite ao Conselho Federal, em consulta com os cantões, ordenar medidas que normalmente são da responsabilidade dos cantões".

O primeiro caso confirmado de coronavírus na Suíça foi anunciado na terça-feira. O número de pessoas infectadas tem crescido ao longo da semana e o número de testes em casos suspeitos tem aumentado.

Alguns eventos importantes, incluindo duas feiras de relógios, a maratona de esqui de Engadin e os carnavais no cantão do Ticino, na fronteira com a Itália, já foram cancelados.

Os jogos de hóquei no gelo no Ticino também serão disputados à porta fechada, sem torcedores, já havia sido declarado anteriormente.

No dia 17 de fevereiro, a Exposição Internacional de Invenções de Genebra, que deveria ocorrer no final de março, anunciou que havia sido adiada por seis meses devido ao surto de coronavírus. 

O Salão do Automóvel de Genebra, que atrai cerca de 500.000 pessoas todos os anos, deveria acontecer de 5 a 15 de março, mas o evento acabou tendo que ser cancelado.



swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.