Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Cultivo consciente Suíços acham solução sustentável para cultivo do óleo de palma

Agricultor de palma no meio da floresta

Em diversos países, as florestas tropicais são destruídas para o cultivo de palmeiras para extração de óleo de palma (dendê). Na imagem, agricultor em Sumatra, Indonésia, o maior produtor de óleo de palma do mundo.

(Keystone / Dedi Sinuhaji)

Pesquisadores suíços encontraram um método de cultivo de óleo de palma que não tem impacto negativo sobre o clima ou a biodiversidade. Eles recomendam a criação de plantações de óleo de palma em terras de pastagem abandonadas como uma alternativa para o desmatamento.

A equipe do Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne (EPFL) e do Instituto Federal Suíço de Pesquisa Florestal, Neve e Paisagem (WSL) analisou o solo em plantações na Colômbia, que é o quarto maior produtor mundial de óleo de palma. Eles descobriram que o plantio em terras de pastagem é uma forma muito mais sustentável de colher o óleo que é amplamente utilizado em produtos alimentícios e cosméticos.

Como as árvores que produzem óleo de palma são cortadas e substituídas a cada 25 a 30 anos, os pesquisadores analisaram várias camadas de solo que mostraram os efeitos a longo prazo das plantações.

Eles descobriram que a quantidade de carbono armazenada no ecossistema permanece inalterada em comparação com os níveis quando a área era terra de pastagem. 

Os pesquisadores acreditam que isso pode apontar para uma forma alternativa de colher óleo de palma que não destrói as florestasLink externo e resulta em mais CO2 sendo bombeado para a atmosfera.

"O problema está no impacto negativo do carbono e na perda de biodiversidade causada pelo desmatamento. Mas os principais países produtores de óleo de palma têm grandes pastagens abandonadas que poderiam ser convertidas favoravelmente, limitando assim a perda maciça de carbono resultante do desmatamento", diz o co-autor do estudo, Alexandre Buttler.Link externo

Este estudo fez parte do projeto Paisagens Adaptativas do Dendê (OPAL), que envolve a WWFLink externo e acadêmicos da Suíça, Colômbia, Indonésia e Camarões.



swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.