Histórias passadas

Velhos soldados nunca morrem

Cultura  

A cada ano, três vilarejos do cantão do Ticino (sul) celebram o contingente da região arregimentado na campanha de Napoleão na Rússia, em 1812. Um fotógrafo local, Roberto Donetta (1865-1932), registrou uma das comemorações nos anos 20 do século passado.

A campanha da Rússia foi um desastre para Napoleão, que havia reunido um exército de mais de meio milhão de homens de toda a Europa. Durante a batalha no rio Berezina, onde os soldados suíços foram praticamente dizimados, os homens do vale Blenio fizeram uma promessa ao santo padroeiro da região deles de desfilar todo ano em uniforme se conseguissem retornar à casa. A tradição continua até os dias de hoje.

 
Momentaneamente não é possível exibir comentários