Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

De nossos arquivos Como relatamos o início da Segunda Guerra Mundial

Para recordar o 80º aniversário da eclosão da Segunda Guerra Mundial, pesquisamos em nossos arquivos para ver como nossos antecessores na swissinfo.ch relataram os dramáticos acontecimentos de setembro de 1939.

Letter
(swissinfo)

O precursor da SWI swissinfo.ch foi o Serviço de Ondas Curtas da Suíça, que utilizava sinais de rádio para alcançar o seu público. Infelizmente, nenhuma gravação em áudio de transmissões de agosto e setembro de 1939 sobreviveu em nossos arquivos, mas encontramos as transcrições, algumas manuscritas, de nossas transmissões em alemão, francês e inglês.

Esta foi a nossa transmissão em inglês que anunciava o início da guerra (imagem acima):

"Hallo Switzerland Calling

Ladies and Gentlemen,

Twenty-five years have passed since the outbreak of the last world war, and now a new one has begun. Two of Switzerland's big neighbours are again engaged in destruction, France and Germany.

Switzerland, the little peaceful nation at the heart of the continent, has proclaimed its absolute decision of neutrality. It did so true to its mission which is to guard the mountain passes connecting Germany to the Mediterranean countries, Western Europe to the Danubian basin."

Aqui termina o infobox

O locutor anuncia no comunicado que passados vinte e cinco anos desde o início da última guerra mundial, começava agora uma nova guerra. Dois dos grandes vizinhos da Suíça estavam novamente envolvidos na destruição, a França e a Alemanha.

A Suíça, a pequena nação pacífica no coração do continente, proclamava a sua decisão absoluta de neutralidade. Fazia, assim, com fidelidade à sua missão, que era então a de vigiar as passagens das montanhas que ligam a Alemanha aos países mediterrânicos, a Europa Ocidental à bacia do Danúbio.

O locutor lê então a declaração de neutralidade do governo no conflito e acrescenta garantias de que a Suíça defenderia a sua soberania. 

"Sucessivamente, as tropas que cobriam as fronteiras e depois todo o exército foi mobilizado. A mobilização geral começou no sábado, 2 de setembro, e foi concluída no domingo, 3 de setembro, ao meio-dia."

Aqui termina o infobox

A transmissão termina com a declaração: "A Suíça pode e vai proteger a sua neutralidade em todas as ocasiões".  A caligrafia torna-se mais desajeitada no final da transcrição e mais difícil de ler. Você pode fazer o download completo aquiLink externo

Uma nota sugere que ela foi transmitida em 6 de setembro de 1939, cinco dias após a invasão da Polônia pelas tropas alemãs. A razão para a transmissão tardia não é clara. 

Ao contrário de hoje, as emissões de rádio de ondas curtas dos nossos antecessores foram apagadas pelos censores e destinavam-se a refletir as posições oficiais do Governo. A rádio de ondas curtas foi o meio escolhido pelo Governo para se comunicar com os seus cidadãos expatriados e apresentar as suas posições ao resto do mundo. 

O serviço provou ser popular entre uma audiência mais larga porque fornecia informações relativamente neutras da guerra. 

Os arquivos foram digitalizados e são acessíveis aos pesquisadores e ao públicoLink externo através de uma base de dados online.

Nós da SWI swissinfo.ch temos analisado extensivamente nos últimos anos o complexo papel da Suíça na Segunda Guerra Mundial. Aqui estão alguns artigos recentes que você também pode achar interessantes:

A política do governo de afastar judeus desesperados na fronteira com a Suíça era controversa na época e estava longe de ser universalmente aceita no país, mostram documentos de arquivo

Durante a guerra, os Aliados bombardearam repetidamente a Suíça por engano. Mais de 250 aviões caíram ou fizeram aterrissagens de emergência na Suíça durante a guerra.

Todos os anos, o exército suíço vende cerca de 20 locais que se tornaram obsoletos. A televisão suíça, RTS, foi ver um bunker dos tempos da guerraLink externo

As imagens e explicações abaixo descrevem como o Serviço Suíço de Ondas Curtas informou sobre a Segunda Guerra Mundial no início e durante todo o conflito. Elas são baseadas em manuscritos de boletins de notícias que foram estudados por um grupo de estudantes de história da Universidade de Lausanne em 2012.



Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.