Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Descobertas do espaço Existe vida em outro lugar?

Vinte e cinco anos atrás, dois suíços descobriram o primeiro planeta extra-solar na constelação Pégaso - um marco na pesquisa astronômica. Desde então, o que aprendemos de novo?

Em 1995, Michel Mayor e Didier Queloz anunciam a descoberta do primeiro planeta que orbita em torno de outra estrela do que o nosso sol e estabelece a Universidade de Genebra como um centro de excelência para a pesquisa de exoplanetas.

Este primeiro planeta não se parecia com o que esperávamos: uma supergigante de gás girando em apenas quatro dias, muito próxima da estrela Pegasus, fazendo dele o primeiro de uma família chamada de "Júpiter quente".

Desde então, astrofísicos em todo o mundo catalogaram milhares de planetas distantes de todos os tamanhos e composições, orbitando mais ou menos longe de estrelas de todos os tipos.

Didier Queloz, que estava escrevendo sua tese na época da primeira descoberta, continuou a trabalhar no campo dos exoplanetas. Se ele manteve um pé em Genebra, ele é agora membro do Laboratório Cavendish, na prestigiada Universidade de Cambridge, Inglaterra.

Para swissinfo.ch, ela faz um balanço das descobertas feitas até o momento e das esperanças depositadas nas novas gerações de telescópios que devem um dia revelar a presença da vida extraterrestre.



Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.