Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Dia mundial do refugiado


65,3 milhões de refugiados em todo o mundo




O número de pessoas que fogem de guerra, perseguição ou violência no mundo atingiu um novo recorde. No final de 2015, elas eram 65,3 milhões, duas vezes mais do que há cinco anos.

Hoje, no mundo, uma em 113 pessoas vem a ser requerente de asilo (Reuters)

Hoje, no mundo, uma em 113 pessoas vem a ser requerente de asilo

(Reuters)

Isso é o que revela o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) no seu último relatório, publicado por ocasião do Dia Mundial do Refugiado.

Hoje, no mundo, uma em 113 pessoas vem a ser requerente de asilo, deslocada interna ou refugiada: uma situação que representa "um nível de risco sem precedentes ", diz o ACNUR em seu relatório "Tendências Globais". No final de 2015, os refugiados no mundo contavam pelo menos 21,3 milhões de pessoas, mais da metade menores de idade. As pessoas deslocadas dentro de seus próprios países eram 40,8 milhões e os requerentes de asilo 3,2 milhões.

Além disso, de acordo com o ACNUR, no ano passado, mais de 98.000 crianças desacompanhadas - principalmente do Afeganistão, da Eritreia e da Síria - deixaram o país delas em busca de um porto seguro.

Entre os principais países de origem dos refugiados, encontram-se a Síria, com 4,9 milhões de pessoas, seguida pelo Afeganistão (2,7 milhões) e Somália (1,1 milhões). Na outra extremidade da rota, a Turquia é o país que abriga o maior número de refugiados em números absolutos (2,5 milhões), enquanto o Líbano está no topo dos países que mais acolhem em relação a sua população (183 refugiados por 1000 habitantes).

Meu país deveria acolher mais refugiados? Dê a sua opinião.


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

×