AFP

DiCaprio discursa ao lado de Fisher Stevens e Segolene Royal

(afp_tickers)

O ator americano Leonardo DiCaprio fez na noite desta segunda-feira, em Paris, um vibrante apelo contra o aquecimento global, afirmando que "o tempo urge".

"O tempo urge, a Terra precisa da nossa ajuda", disse o ator aplaudido com entusiasmo por centenas de pessoas no Teatro do Chatelet em Paris, reunidas para a exibição do documentário "Antes do Dilúvio".

Entre o público estavam a ministra francesa do Meio Ambiente, Ségolène Royal, e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo.

"É para isto que estamos aqui esta noite, é simplesmente por este motivo que fizemos este filme".

No documentário, firmado por Fisher Stevens, o ator e produtor convida o público a conhecer os especialistas e políticos de todo o mundo envolvidos no desafio que representa o aquecimento global, e a descobrir pistas para solucionar o problema.

DiCaprio felicitou os "quase 200 países" que concluíram em dezembro de 2015 um acordo sobre as emissões de gases do efeito estufa, que "não apenas melhorará nosso meio ambiente, mas também nos levará a um século XXI mais duradouro".

O acordo de Paris, pelo qual a comunidade internacional se comprometeu a limitar o aquecimento global "abaixo dos 2 graus" em relação à era pré-industrial, está baseado na vontade dos países de cumprir este compromisso "e nos leva apenas à metade do caminho" do objetivo, mas "é um início que dá esperança".

afp_tickers

 AFP