Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Diplomacia O novo representante especial da ONU em Moçambique é um suíço

Vote counting in Maputo

Contagem de votos na capital Maputo em 2014: a Suíça vem estreitando suas relações com a população local e as autoridades, apoiando melhorias na administração e governança do país.

(Keystone)

O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, nomeou Mirko Manzoni, embaixador da Suíça em Maputo, como seu enviado pessoal para Moçambique. 

Em comunicado de terça-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros saudou a decisão "que reconhece o compromisso de longa data da Suíça para com a ONU e sublinha o seu papel ativo no processo de paz em curso em Moçambique". 

+ Ministério das Relações Exteriores da Suíça: MoçambiqueLink externo 

No seu novo papel, ManzoniLink externo prestará "apoio de bons ofíciosLink externo" para facilitar o diálogo entre o governo de Moçambique e a organização de resistência da guerrilha RENAMOLink externo, bem como para a assinatura e posterior implementação de um acordo de paz entre as partes. 

Manzoni é embaixador em Moçambique desde 2014. Preside igualmente ao Grupo de Contato Internacional que apoia o processo de paz em Moçambique desde fevereiro de 2017. 

"A nomeação do embaixador Manzoni reconhece a competência de mediação da Suíça e reflete a apreciação da sua contribuição para a paz e a segurança", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros.


​​​​​​​


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.