Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

A prova dos fatos


Suíça tem menos policiais do que os países vizinhos




Depois do ataque ocorrido em um trem regional no cantão de St-Gallen, multiplicam-se os apelos para reforçar a segurança. O dispositivo pode ser melhorado, afirmam alguns, porém sublinham que o número de policiais na Suíça é proporcionalmente inferior ao dos países vizinhos. Falso ou verdadeiro?

Na Suíça há 220 policiais por 100.000 habitantes. (Keystone)

Na Suíça há 220 policiais por 100.000 habitantes.

(Keystone)

Aumentar o número de policiais ferroviários (atualmente 300), instaurar controles na entrada das estações, generalizar a presença de chefes de trem nos linhas regionais, aumentar a instalação de instrumentos tecnológicos: nos últimos dias, dão muitas as propostas de reforçar a segurança depois do ocorrido sábado em uma linha regional.

Entrevistado pela Rádio e Televisão Suíça (RTS), o secretário da Defesa do cantão de Genebra, Pierre Maudet, afirmou que as autoridades são constantemente solicitadas a melhorar o dispositivo de segurança e de prevenção de delitos, lembrando que é preciso ser consciente que o risco zero não existe.

No entanto, Maudet reconheceu que há limitações. Uma das questões é que na Suíça “os efetivos de polícia são bem inferiores aos dos países vizinhos”.

Essa afirmação é confirmada pelos dados da Eurostat. Em 2014, na Suíça havia 219 policiais por 100.000 habitantes. As 26 polícias cantonais (na Suíça, o essencial da polícia é de competência cantonal), a polícia federal e as polícias municipais totalizavam 17.816 policiais.

Como se pode ver no gráfico a seguir, a Suíça é comparável aos países nórdicos. Na maior parte dos países europeus, o número de policiais por 100.000 habitantes é bem superior ao da Suíça. Na Itália. Por exemplo, a proporção é mais do dobro. 



swissinfo.ch

×