Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Estrangeiros


Suíça vai aumentar vistos para trabalhadores qualificados de fora da UE


O governo suíço decidiu dar mais 1000 vistos para trabalhadores não-europeus, aumentando o total de 6500 para 7500. O aumento foi dado após queixas de empresas e alguns cantões que já gastaram a cota deste ano.

A demanda por trabalhadores altamente qualificados na Suíça é enorme (Keystone)

A demanda por trabalhadores altamente qualificados na Suíça é enorme

(Keystone)

A decisão do governo é um meio-termo para tentar conciliar as necessidades das empresas com a vontade popular expressa em um plebiscito de 2014 que pretende frear a imigração.

A Suíça está lutando para implementar essa iniciativa sem violar diretamente o acordo bilateral com a UE sobre a livre circulação de pessoas. A decisão de 2014 de reduzir o número de vistos de trabalho extra-UE de 8500 para 6500 foi tomada para respeitar a vontade dos eleitores suíços.

O governo também disse que a redução foi destinada a criar um incentivo para que as empresas suíças aproveitassem melhor a força de trabalho interna.

Mas a decisão foi recebida com protestos pelas grandes empresas suíças, que se queixam da falta de trabalhadores qualificados no mercado suíço.

Cantões suíços, como Genebra, Zurique, Vaud e Basileia já usaram suas cotas. Em setembro, o ministro suíço da Economia, Johann Schneider-Ammann, disse que iria pressionar seus colegas de governo para voltar aos 8500 vistos.

Para o ano de 2016, as empresas suíças foram autorizadas a recrutar até 6500 trabalhadores de fora da zona da UE. Desse total, 2500 são vistos B (autorização de residência temporária) e 4000 são L (autorizações de curto prazo para até 12 meses).

No próximo ano, serão disponibilizados 3000 vistos B e 4500 L, que serão distribuídos entre os 26 cantões suíços. Em 2014, a repartição foi de 3500 vistos B e 5000 L.


Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

×

Destaque