Toda criança na Suíça deve passar por nove graus na escola. Depois podem fazer cursos profissionalizantes, de especialização ou um estudo universitário.29726274

A educação básica e secundária é responsabilidade dos cantões e comunas (municípios). Cada um deles tem suas próprias exigências e programas educacionais. Esforços estão sendo feitos para harmonizar o sistema de ensino dos cantões.

A Suíça também tem algumas das melhores e mais caras escolas particulares do mundo. Elas oferecem ensino do jardim de infância até o último ano antesda universidade. Visite o site da Federação Suíça das Escolas Privadas para saber mais sobre as 260 escolas da rede.

Para uma representação gráfica de como o sistema escolar é organizado na Suíça, por favor visite o site da Conferência Cantonal de Secretários de Educação.

Jardim de infância

Em alguns cantões, o jardim de infância é ou se tornará obrigatório nos próximos dois anos. O aluno terá, assim, contato com a escola, dois anos antes do início de sua escola primária (seis anos de idade por uma determinada data-limite). Não é permitido frequentar o jardim da infância antes dessa idade limite. Para matricular uma criança na escola, é preciso contatar as autoridades educacionais do seu cantão particular. Você pode encontrar uma lista deles na Suíça clicando no site do Servidor da Educação Suíça.

Escola primária

A escola primária, obrigatória e gratuita, começa aos seis anos.  Os cantões e municípios são responsáveis pela organização e financiamento das escolas primárias - muitas vezes definidas como os primeiros seis anos de escolaridade, não incluindo a creche ou pré-escola.

Você deve contatar as autoridades locais de educação, na região em que você vive, para sua matrícula.  Você pode encontrar uma lista desses locais na Suíça, acessando o site do Servidor da Educação Suíça.

Ensino secundário

Ao final do primário, a criança passa a frequentar o ensino secundário, com duração de três a cinco anos, dependendo do cantão e município. Este ensino também é obrigatório e gratuito. Marca a fase final do ensino obrigatório. As crianças de tais classes concluem essa fase entre os 12 e 15 anos de idade. Não existe nenhum exame nacional no final do 9 º ano - último ano – de modo que os alunos não recebem nenhum certificado de conclusão do curso.

As crianças são divididas com base em aproveitamento, recomendações dos professores e eventualmente uma prova. Testes, comportamento e atitudes de interesse em relação aos trabalhos são critérios adotados para determinar se a criança deve passar para a série seguinte.

O Ensino Secundário proporciona educação básica, geral (como matemática, geografia e duas línguas estrangeiras). Os estudantes neste nível estão sendo preparados para o ensino de educação vocacional e  aprendizado ou prosseguimento dos estudos em uma escola secundária.

Para informações adicionais sobre matérias do ensino secundário de nível I, favor visitar o site do Servidor da Educação Suíça.

O ensino secundário de nível II

O ensino secundário de nível II não é obrigatório na Suíça. Está dividido em dois grupos: educação geral e profissional. Ao todo, 90 por cento dos estudantes se formam neste nível. Um terço dos estudantes vai para o “ginásio” ou “liceu” (Gymnase, em alemão; “lycée", em francês, e "liceo" em italiano). A maioria dos alunos recebe ensino prático através de estágios e formação profissional. Para informações sobre este último, por favor, consulte a seção "Mais sobre educação na Suíça".

Escolas de ‘Madureza’ são regulamentadas pelas autoridades cantonais e federais. As  autoridades cantonais frequentemente estabelecem requisitos de admissão. Os alunos com notas excepcionais do ensino secundário de nível I podem, em alguns casos, serem admitidos numa dessas escolas sem um teste de aptidão. Caso contrário, um exame de admissão será exigido para determinar se um aluno pode estudar em uma escola dessa natureza.

Os estudantes devem fazer uma espécie de defesa de tese, bem como passar por uma série de exames que, se concluída com êxito, resultará em um atestado de aptidão, que permite a admissão às universidades cantonais e politécnicas federais. Alguns testes podem ser aplicados, por exemplo, no caso do aluno de língua francesa pretender estudar medicina em uma região de língua alemã.

Para maiores informações sobre as escolas de ‘madureza’, inclusive a forma como os adultos podem obter um certificado de aptidão, consulte o site do Servidor da Educação Suíça.

swissinfo.ch