(Keystone)
(Keystone)

Quem necessita de visto para entrar na Suíça e quanto tempo essa pessoa pode permanecer no país? Se você vem de um dos quarenta países "privilegiados", não é necessário visto.

Cidadãos brasileiros não necessitam de visto para a Suíça, se o período de permanência no país não exceder 90 dias e se o motivo da viagem for turismo, visita, negócios, estudo, tratamento médico ou participação em congressos ou eventos. No guichê de controle de chegada ao Espaço Schengen (vôo direto para a Suíça) as autoridades suíças poderão exigir os seguintes documentos: 

  • Passaporte (válido durante o período da estadia no espaço Schengen). 
  • Passagem de ida-e-volta dentro de 90 dias. 
  • Comprovante de recursos financeiros (cartão de crédito internacional, cheques de viagem, dinheiro em moeda corrente no país). 
  • Reserva de hotel ou carta-convite* (em um dos idiomas oficiais da Suíça) da pessoa residente na Suíça, quando se tratar de uma visita a convite. Mais informações, clique AQUI.

Portugueses são cidadãos da União Européia e, portanto, podem viajar a Suíça sem vistos e até se estabelecer, caso encontrem trabalho. Mais informações no capítulo abaixo ou no seguinte LINK.

Já pessoas originárias de países africanos podem necessitar de vistos para poder entrar no território da Suíça. Uma lista completa de países desse grupo pode ser encontrada AQUI.

Cidadãos da UE / EFTA

Os cidadãos da área europeia de Schengen, a União Europeia e da Associação  Europeia de Livre Comércio (EFTA) não precisam de visto para entrar e permanecer no país por 90 dias. Permanência superior a 90 dias é possível sem um visto, mas é preciso solicitar uma autorização de residência. Essa medida deve ser tomada, em princípio, no país de origem, antes de entrar na Suíça, apesar de acordos com a UE sobre a livre circulação de pessoas permitirem aos cidadãos da UE solicitar residência, quando se encontram na Suíça.

Para entrar no país, é necessário um documento de identidade válido, reconhecido pela Suíça, como um passaporte ou uma carteira de identidade oficial de um estado da UE / EFTA.

Para obter mais informações, visite o site da Divisão Federal de Imigração.

Ao deixar o país, depois de permanência por tempo superior a 90 dias, os estrangeiros são obrigados a cancelar o registro com as autoridades locais e entregar a carteira de residência. Não há imposto de saída para deixar a Suíça.

Demais cidadãos

Acordos de isenção de vistos (chamados de curta duração de isenção) permitem que o cidadão permaneça sem visto por até três meses, dentro de um período de seis meses sem emprego remunerado, se o titular do passaporte vem de um dos cerca de 40 países, incluindo a Nova Zelândia, a Austrália, Cingapura, os EUA e Israel. Para obter uma lista completa dos requisitos de visto, por favor visite o side da Divisão Federal de Imigração: Divisão Federal de Imigração.

Muitos cidadãos de outros países necessitam de visto antes de entrar no país. As autoridades suíças podem solicitar que o requerente tenha um responsável que cubra os custos de até 30 mil francos suíços. Se necessário, a missão de Relações Exteriores da Suíça, no país de origem, fornecerá os formulários e instruções exigidas. Para obter uma lista completa dos requisitos de visto, por favor visite a Divisão Federal de Imigração: Divisão Federal de Imigração.

Por favor, visite esta página da Divisão Federal de Migração para obter mais informações sobre os procedimentos de patrocínio e requisitos.

Informações detalhadas em português sobre vistos para cidadãos brasileiros podem ser obtidas no site do Consulado da Suíça em São Paulo. Clique AQUI.

swissinfo.ch