Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Escola e trabalho Por que o sistema dual de educação suíço é único no mundo

Aprendiz de mecânico com seu professor em uma escola vocacional

Aprendiz de mecânico em uma escola vocacional: a grande maioria dos jovens suíços ainda opta por cursos profissionalizantes em vez da universidade. 

(Keystone / Martin Ruetschi)

Os jovens costumavam se deparar com uma escolha de carreira definitiva já aos 15 anos de idade. Mas hoje em dia eles podem mudar de rumo mais tarde, graças a uma maior flexibilidade no sistema educacional da Suíça.

Um número cada vez maior de jovens está escolhendo o bacharelado suíço clássico (certificado de conclusão da escola que abre as portas para a universidade), a universidade e depois o mercado de trabalho, dizem pesquisas mais recentes, porque é mais fácil ou porque é considerado mais prestigiado. Outros - ainda em torno de dois terços dos que abandonam a escola - escolhem a formação profissional: um aprendizado e depois um emprego.

Até algumas décadas atrás, os jovens tinham como escolha apenas "emprego ou universidade" ao sair da escola (a escolaridade obrigatória termina entre 15 e 16 anos na Suíça, mas a reflexão sobre possíveis carreiras começa um ou dois anos antes) e eles não se misturavam. Se você queria mudar de profissão ou estudos, tinha que começar a formação de novo. Mas isso mudou.

+ Os jovens de 14 anos estão prontos para fazer uma escolha de carreira?

Aprendizagem, uma solução suíça

Os aprendizes dão seus primeiros passos no mundo do trabalho depois de terminar a escola. Mas eles não são simplesmente jogados no mercado. No sistema de aprendizado dual Link externoda Suíça, os jovens combinam treinamento no trabalho com aulas em uma escola profissional. Além disso, eles recebem uma educação profissional de alta qualidade, que lhes dá acesso direto ao mercado de trabalho. Este é um dos fatores de sucesso na economia suíça.

Um estágio dura de dois a quatro anos, dependendo da profissão, e garante uma taxa de desemprego jovem muito baixaLink externo.

Sistema permeável

Muitos jovens amadurecem mais tarde. Outros só descobrem o emprego dos seus sonhos mais tarde. Nesses casos, eles podem contar com a especificidade única do sistema suíço, que lhes permite mudar de direção a qualquer momento.

Se você escolher o caminho profissional, poderá alcançar níveis mais altos de educação por meio de treinamento extra. Existem muitas carreiras que são acessíveis a todos aqueles que estão em treinamento. O bacharelado profissional federalLink externo permite que os estudantes estudem para obter um diploma de bacharel na Universidade de Ciências Aplicadas, as universidades mais práticas da Suíça. Isso coloca os alunos no mesmo nível daqueles que estudaram na universidade ou no prestigiado Instituto Federal de Tecnologia.

Mas os aprendizes que já possuem uma graduação não precisam estudar; eles também podem se concentrar em sua profissão. Existem diplomas federais mais altos, bem como faculdades de ensino e treinamento profissional superior. O resultado: uma força de trabalho mais altamente treinada, com melhores perspectivas de carreira - e melhores salários.

Essa flexibilidade é muito importante: treinamento adicional é possível a qualquer momento - assim como o acesso às universidades (para as quais você precisaria fazer um exame de admissão extra após o bacharelado profissional) e às universidades de ciências aplicadas. Basicamente, nada é excluído.

Um exemplo: o jovem eletricista

Um aluno ou aluna do ensino médio decide não frequentar uma escola de bachareladoLink externo (que abre caminho para a universidade - conhecidos como Gymnasium, na Suíça alemã, ou collège, na parte de língua francesa), mas aprender a ser eletricista. Ele ou ela então procura um empregadorLink externo que ofereça um estágio nessa área. O treinamento dura três anos, durante os quais el@ passa quatro dias na empresa e um dia na escola profissional. Durante esse período, el@ recebe o salário de um aprendizLink externo.

No final dos três anos, após ter passado nos exames finais, el@ recebe um Diploma Federal de Educação e Treinamento ProfissionalLink externo. Segundo Rita Beltrami, diretora de escolas e carreiras do cantão de língua italiana de Ticino, a aprendizagem é o nível mínimo de treinamento esperado pelo governo federal.

+ Treinamento profissional avançado colhe recompensas financeiras

Depois de terminar seu aprendizado, noss@ jovem pode procurar um emprego como eletricista. Se el@ decidir um dia que gostaria de estudar, isso não será problema. El@ pode simplesmente fazer um bacharelado profissional que lhe permita estudar engenharia elétrica na Universidade de Ciências Aplicadas.

Mas el@ também poderia optar por um diploma superior como eletricista ou ir para uma faculdade de ensino e treinamento profissional superior. Ou então simplesmente lucrar com as oportunidades de treinamento adicionais oferecidas pelas associações profissionais.

Em resumo: escolher o treinamento ou a profissão certa é um processo de várias etapas. O objetivo é encontrar uma profissão que atenda às ambições e aspirações da pessoa.

Formação profissionalizante Empresas ganham em formar aprendizes

As empresas na Suíça podem ganhar anualmente mais de 3 mil francos por cada jovem quando formam os seus próprios aprendizes. O quarto estudo de ...


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.