AFP

Policiais inspecionam o barco após a explosão

(afp_tickers)

Duas mulheres morreram e outros 18 estrangeiros ficaram feridos nesta quinta-feira na explosão do motor do barco que os transportava na ilha indonésia de Bali, informou a polícia local.

Os feridos, aturdidos e repletos de contusões e de cortes, eram levados para centros médicos da ilha turística. Imagens divulgadas por canais de TV locais mostram as pessoas, ensanguentadas, nos leitos de um hospital.

Uma mulher não resistiu aos ferimentos pouco depois da explosão e uma austríaca faleceu no hospital, disse à AFP o chefe da polícia local, Sugeng Sudarso.

"A explosão aconteceu cinco minutos depois que o barco zarpou", disse.

A embarcação seguia em direção à pequena ilha de Gili Trawangan.

A embarcação transportava 30 passageiros, quase todos estrangeiros, e quatro membros da tripulação. De acordo com informações preliminares havia 17 britânicos, além de turistas da Itália, Áustria, Alemanha, Portugal, Irlanda e Espanha.

Uma unidade do esquadrão antibombas seguiu para o local para investigar a causa da explosão e descartou a hipótese de atentado.

A ilha paradisíaca sofreu um ataque de islamitaas em 2002 que matou 202 pessoas.

"Com base nos depoimentos dos passageiros e do que conseguimos investigar no local, a explosão aconteceu no tanque de combustível. Acima havia uma bateria e talvez tenha acontecido um curto-circuito que afetou o tanque", declarou Sudardso.

O transporte por barco é muito comum para ligar as 17.000 ilhas da Indonésia, onde os acidentes fatais são frequentes em consequência das medidas de segurança mínimas. As embarcações geralmente estão com sobrecarga.

Em junho de 2015, 25 turistas ficaram feridos em duas pequenas explosões acidentais em uma balsa que viajava entre as ilhas de Bali e Lombok, com 129 passageiros a bordo.

afp_tickers

 AFP