Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Formas de pagar Os suíços mantêm seu amor por dinheiro vivo

Notas de franco suíço espalhadas em forma de leque sobre uma mesa

Os suíços simplesmente acham que dinheiro vivo é a forma mais conveniente de fazer pagamentos

(Keystone)

Setenta por cento dos pagamentos suíços são feitos com dinheiro, de acordo com uma pesquisa do Banco Central que corrobora a afirmação de que "o dinheiro é rei" na Suíça.

O dinheiro é muito usado na Suíça. Os entrevistados de uma pesquisa sobre pagamentos do Banco Central Suíço (SNB) acreditam que ele é mais amplamente aceito, fácil de usar, mais rápido e mais econômico do que qualquer outro método de pagamento. Nove em cada dez pessoas pensam que as notas suíças são à prova de falsificação.

Como o dinheiro tende a ser usado principalmente para transações menores, ele representa menos da metade do valor total de todos os pagamentos (veja gráfico abaixo). Cerca de 55% do valor do pagamento é consumido por cartões de débito e crédito e, em menor escala, pelas transações de e-banking, correios, pagamento pela internet e aplicativos.

Gráfico do Banco central sobre preferência de métodos de pagamento
(swissinfo.ch)

O segundo valor poderia ser maior se os consumidores não fossem tão resistentes a novas formas de pagamento. Quase nenhum dos entrevistados usou aplicativos de pagamento, como o Twint, enquanto dois terços disseram que não fazem uso da função de pagamento sem contato em seus cartões de débito ou crédito, ou não considerariam essa opção mesmo se ela estivesse disponível.

Mas eles ainda são apaixonados por notas de alta denominação. No final de 2017, havia 50 milhões de notas de mil francos em circulação. O Banco Central Europeu deixou de produzir notas de 500 euros por receio de serem utilizadas para fins criminosos.

O SNB perguntou aos entrevistados em sua pesquisa como eles usavam a nota de CHF1.000. Constatou-se que os idosos ainda gostavam de fazer pagamentos nos correios e que 35% dos itens caros são pagos com dinheiro.

Países centrados em dinheiro

Para o seu relatório de métodos de pagamento, o SNB pediu a 1.968 pessoas que mantivessem um diário de seus hábitos de consumo durante um período de uma semana. Foram registradas 22.689 transações com um valor de 919.305,60 francos suíços.

A pesquisa representa apenas gastos pontuais em lojas, postos de gasolina, restaurantes e similares. As pessoas são mais propensas a usar e-banking e outros métodos não monetários para pagamentos mensais fixos, como aluguel e contas domésticas.

O SNB oferece uma base de dados qualitativa demonstrando que os métodos de gastos suíços estão alinhados com a média europeia. A qualificação é dupla: a pesquisa não pode ser comparada diretamente com a de outros países europeus e não existe uma “média” na Europa. Os gastadores alemães e do sul da Europa são mais centrados em dinheiro vivo - e, portanto, mais próximos dos suíços - do que os da França ou dos países nórdicos.


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.