AFP

Infográfico sobre a batalha por Mossul

(afp_tickers)

França e Iraque organizarão na próxima quinta-feira, em Paris, uma reunião ministerial com cerca de 20 países para preparar o futuro político de Mossul depois da ofensiva para retirar os extremistas do Estado Islâmico, anunciou nesta terça-feira o chefe da diplomacia francesa, Jean Marc Ayrault.

"É preciso se antecipar, prepara o 'dias depois' e a estabilização de Mossul após a batalha militar", explicou Ayrault.

Ele disse ainda que o Irã, país muito influente no conflito iraquiano, não foi convidado a participar na ofensiva.

afp_tickers

 AFP