Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Franco suíço 20 fatos sobre a nova nota de 20

As pessoas na Suíça começaram a pôr as mãos na mais nova cédula da nova série do dinheiro suíço. Aqui estão 20 pontos informativos sobre as notas.

Não é prática para a lavagem de dinheiro, mas pode ser lavada sem perder sua cor.

Não é prática para a lavagem de dinheiro, mas pode ser lavada sem perder sua cor.

(Swiss National Bank 2017)

As novas notas de 20 francos entraram em circulação na quarta-feira, 17 de maio, nos bancos de Berna e Zurique e foram logo lançadas para os bancos de todo o país.

A nova nota é menor do que a antiga. De acordo com o banco central suíço (SNB), ela será mais eficiente para produzir e o tamanho é mais conveniente para os consumidores.

A cédula tem 15 características de segurança, incluindo uma cruz suíça e um globo fotocromático.

Não vai desaparecer

As notas podem ser lavadas ou deixadas ao sol sem perder sua cor.

A tinta de segurança da nota é feita na SICPA, uma empresa com sede em Lausanne que produz tinta para oito de cada dez notas no mundo.

O banco central suíço (SNB) acredita que a nota de 20 francos seja "a nota mais segura do mundo", disse o vice-presidente do SNB, Fritz Zurbrügg, no dia da emissão.

Os custos de produção são de 40 centavos por nota, cerca de 10 centavos a mais do que para a nota antiga. No entanto, o SNB garante que a nova nota vai durar mais porque é mais espessa e mais durável.

Os bancos precisam agora atualizar seus caixas eletrônicos para acomodar a nova nota por causa de seu tamanho diferente. A maioria dos bancos não comunica o quanto isso custa, mas um porta-voz do Valiant Bank disse ao jornal 20 Minuten que estima que os ajustes custarão cerca de 250 francos por caixa eletrônico.

Bilhete de entrada

As máquinas de bilhetes da Companhia Ferroviária Federal serão ajustadas para aceitar as notas de 20 através de uma simples atualização de software. O custo da atualização "é mínimo", de acordo com um porta-voz da CFF.

O design da nova nota centra-se no tema da "luz" e na sua relação com a criatividade e o processo criativo. O Festival de Filme de Locarno é homenageado em uma das faces da nota.

A nota de 20 - e todas as outras da nova série - foram desenhadas pela artista suíça Manuela Pfrunder. Ela conseguiu o trabalho ganhando um concurso.

À prova de falsários

As notas são fabricadas pela Orell Füssli Security Printing Ltd, com sede em Zurique, que também faz todas as outras notas suíças e fornece tecnologias de impressão seguras para outros países. É uma das empresas de impressão mais antigas do mundo.

Monogramas de notas geralmente aparecem em algum lugar sobre o dinheiro. O monograma para a Orell Füssli é "OFZ". Na nota de 20 o nome completo "orell füssli security printing ltd" aparece embaixo do número de série.

As velhas notas de 20, com o compositor Arthur Honegger, continuam válidas. Elas serão eliminadas em uma data posterior.

Dinheiro na mão

As novas notas serão bem-usadas, já que os suíços preferem pagar em dinheiro. Muitos ainda retiram dinheiro para pagar suas contas, embora os métodos de pagamentos eletrônicos estejam ganhando terreno.

As cores das notas do franco suíço permaneceram quase inalteradas desde 1910. A decisão de fazer para cada denominação uma cor diferente foi tomada para que sejam distinguidas facilmente entre elas.

A nota mais usada na Suíça é a de 100 francos, que será a última a ser lançada.

A de 1000 francos suíços é a nota de maior denominação em circulação em qualquer parte do mundo.

A próxima nota a ser atualizada é a de 10 francos, que será apresentada ao público em 11 de outubro e entrará em circulação em 18 de outubro.


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

×