AFP

(Arquivo) O banco britânico HSBC está sob ameaça de julgamento na França por fraude fiscal, após o pedido da Procuradoria de assuntos financeiros de que seja julgado ante um tribunal

(afp_tickers)

O banco britânico HSBC está sob ameaça de julgamento na França por fraude fiscal, após o pedido da Procuradoria de assuntos financeiros de que seja julgado ante um tribunal, informou nesta quinta-feira uma fonte ligada à investigação.

Se os juízes de instrução admitirem a solicitação da Procuradoria, o HSBC, um dos primeiros bancos da Europa, será julgado em Paris por "lavagem de dinheiro de fraude fiscal" e por "cumplicidade em captação ilegal" de fundos, segundo esta fonte.

O HSBC é acusado de ter oferecido a ricos clientes franceses caminhos para colocar fundos em paraísos fiscais e burlar o pagamento de impostos na França. O caso afeta concretamente a filial suíça do banco, HSBC Private Bank Suisse (HSBC PB).

O caso começou quando as autoridades francesas receberam no fim de 2008 documentos roubados por Herve Falciani, um ex-funcionário do HSBC.

Posteriormente ganhou relevância internacional em 2015 com a explosão do chamado escândalo "Swissleaks". Tratou-se de uma série de revelações que acusavam o banco britânico de ter colocado entre novembro de 2006 e março de 2007 um total de 180 bilhões de euros pertencentes a ricos clientes em contas na Suíça, o que lhes permitia burlar o fisco em seu país.

Isso também permitiu a abertura de várias investigações na Europa, especialmente na Bélgica e na Espanha.

"Tomamos nota das conclusões da Procuradoria nacional financeira e seguiremos defendendo firmemente nossos interesses", reagiu um porta-voz do banco, em um comunicado enviado à AFP.

afp_tickers

 AFP