Integração continua sendo tema de debate entre suíços. Muitos discutem propostas sobre a melhor forma de ajudar os estrangeiros para que encontrem o seu lugar na sociedade.

Como nação territorialmente pequena, quatro línguas oficiais, um processo de naturalização extremamente lento e um alto percentual de estrangeiros residentes, a Suíça consegue preservar sua identidade promovendo a tolerância e a  partilha de valores fundamentais estabelecendo, ao mesmo tempo, limites legais e normas sociais aceitáveis.

Primeiramente o interessado pode obter mais informações em um site oficial. Clicar AQUI para ler.

A Lei Federal sobre Suíços Naturalizados pode ser baixada, em inglês, pela internet.

O serviço em português da swissinfo realizou uma reportagem sobre o tema. Cliquei AQUI para ler.

Estrangeiros em busca de asilo e os que recebem apoio do Estado podem ser convidados a frequentar cursos de idiomas, treinamento laboral e programas de desenvolvimento profissional. As sociedades paralelas são frequentemente vistas como algo a ser evitado. A integração ganha terreno nos níveis federal, cantonal e municipal.

Para ter acesso à lista de autoridades regionais encarregadas dos programas de integração, favor visitar o site da Secretaria Federal de Migração com informações em alemão, francês e italiano. Para acessar a lista de autoridades cantonais nas áreas de educação e treinamento, favor visitar a Conferência Suíça de Ministros Cantonais de Educação.

A lista de questões freqüentes respondidas, como por exemplo "Eu gostaria de obter mais informações sobre o cotidiano suíço" podem ser encontradas - em alemão, francês e italiano -  na  Secretaria Federal de Migração. A organização caritativa Migraweb para Migrantes é outra boa fonte de informações sobre numerosos aspectos da vida diária, inclusive sobre família, seguros, impostos e mobilidade.

Embora muitos suíços falem ingles, o governo suíço espera que os estrangeiros tenham conhecimento de pelo menos uma das línguas nacionais, facilitando desse modo a abertura de portas e tornando a vida mais fácil. Cursos de idiomas são propostos através do Escola-Clube Migros e centros de educação para adultos "Volkshochschule" ou "Université populaire" existentes em vários pontos do país.

swissinfo.ch