AFP

(Arquivo) Cerimônia em um estádio de Pyongyang

(afp_tickers)

A Malásia proibiu a seleção nacional de futebol de disputar uma partida das eliminatórias da Copa Asiática em Pyongyang, alegando razões de segurança, depois da expulsão do embaixador da Coreia do Norte.

"A decisão de sábado do governo malaio de expulsar o embaixador da Coreia do Norte na Malásia, Kang Chol, parece que tornou perigoso que os malaios viajem neste momento para a Coreia do Norte", afirmou o presidente da Federação Malaia de Futebol, Hamidin Mohd Amin.

No sábado, a Malásia declarou o embaixador Kang Chol persona non grata e anunciou prazo de 48 horas para que abandone o país, em meio à crise diplomática provocada pelo assassinato do meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un no aeroporto de Kuala Lumpur.

Hamidin Mohd Amin acrescentou que a Federação já solicitou à Confederação Asiática de Futebol que modifique o local da partida "de Pyongyang para outro lugar mais neutro do ponto de vista de segurança".

AFP

 AFP