Navegação

Menu Skip link

Subsites

Funcionalidade principal

Nas proximidades de Lisboa Cinco mortos depois da queda de um pequeno avião

A queda de uma aeronave em Tires, concelho de Cascais, na zona de cargas e descargas de um supermercado, e a cerca de 150 metros de uma escola básica, causou hoje a morte dos seus quatro ocupantes, um dos quais o piloto, e de uma outra pessoa que estava em terra. Foi o primeiro acidente aéreo com mortos ocorrido este ano em Portugal.

Bombeiros observam a fumaça que sobe dos escombros na área de queda do pequeno bimotor.

Bombeiros observam a fumaça que sobe dos escombros na área de queda do pequeno bimotor.

(Keystone)

Segundo o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF): quatro pessoas que estavam dentro do avião morreram no acidente: o piloto e três passageiros. A quinta vítima era um motorista que estava nas proximidades do supermercado descarregando seu caminhão, como informou a Rádio Renascença, em Lisboa.

O piloto tinha a nacionalidade suíça. Os três passageiros eram franceses, segundo o comandante Miguel Cruz. Aproximadamente 90 bombeiros participaram das operações.

A imprensa local informa que o avião estava matriculado na Suíça. A aeronave de dois motores do tipo Piper PA-31 Navajo deveria voar para Marselha, na França, como informa o jornal "Publico".

Queda do avião

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

* vídeo da Televisão Suíça (SRF)

O avião caiu algumas centenas de metros após o final da pista de decolagem no aeroporto de Cascais, após ter explodido ainda no ar.

No local da queda a fumaça era vista a distância, pois um prédio começou a pegar fogo. Segundo a Defesa Civil, quatro pessoas ficaram feridas. Devido aos danos provocados em diversas casas no local, nove pessoas estão atualmente desabrigadas.
 

×