Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]


Nascimento e falecimento





Como na maioria dos países, as autoridades suíças precisam ser informadas sobre nascimentos e mortes que ocorrem no seu território, independentemente da cidadania. Saiba mais sobre o tema neste item.

As formalidades exigidas para registrar um nascimento são muitas vezes simples e automáticas. O registro do falecimento de uma pessoa precisa ser informado às autoridades locais, bem como a embaixada correspondente se o falecido for estrangeiro.

Nascimento

Todas as crianças precisam ser registradas  no cartório de registro civil de sua cidade natal. Esse procedimento será automático se o nascimento ocorrer em um hospital. Os pais precisarão apresentar prova de cidadania.

Se o pai não for casado com a mãe do recém-nascido, ele só poderá registrar a criança se reconhecer a paternidade antes do nascimento ou no momento do registro.

Para os partos em casa (fora de hospitais ou clínicas), o nascimento precisa ser registrado no município natal. Esta providência deve ser tomada no prazo máximo de três dias, após o nascimento ou assim que a mãe estiver apta a fazer o registro.

Para maiores informações, acesse a lista de recursos para novos pais nos locais que residem.

Pais estrangeiros deverão registrar seus filhos nas respectivas representações diplomáticas. Uma lista de representações consulares na Suíça pode ser acessada no site do Ministério das Relações Exteriores.

Uma lista das autoridades locais encontra-se AQUI.

Falecimentos

Quando uma pessoa morre, o falecimento precisa ser registrado em cartório local para a emissão do competente atestado de óbito. O falecimento deve ser notificado no prazo de dois dias ao cartório da localidade onde ocorreu a morte.

Caso o falecimento ocorra em casa, um médico deverá ser chamado imediatamente para o cumprimento das formalidades legais. O enterro ou a cremação só poderão ser realizados depois do competente atestado de óbito.

A morte de estrangeiros sem residência na Suíça e não registrados deve ser informada ao cartório onde ocorreu o falecimento e na respectiva representação consular.

Taxas e providências para os funerais variam de cantão para cantão. Nem todos os cantões permitem a cremação. Os mortos precisam ser enterrados em cemitérios públicos a menos que uma permissão especial seja fornecida. Para maiores informações sobre funerais na Suíça segue uma lista de autoridades locais.

swissinfo.ch

×