Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Naturalização Cidadania facilitada para imigrantes de terceira geração começa em fevereiro

swiss passport

As novas regras benificiarão 25 mil pessoas, na maioria italianos

(Keystone)

O governo suíço anunciou que a partir de 15 de fevereiro jovens estrangeiros na Suíça que preencham certas condições poderão se candidatar à cidadania através de um procedimento simplificado.

O Conselho Federal (governo) anunciou a data na quarta-feira, 17 de janeiro, quase um ano depois dos 60,4% dos eleitores terem aprovado as regras de naturalização facilitadas para imigrantes de terceira geração.

O procedimento normal na Suíça é que os não-nacionais devem ter passado dez anos no país antes de se candidatarem à cidadania. O processo de naturalização inclui ainda testes e entrevistas.

+ Como se naturalizar suíço?

A nova lei facilita o tempo para aqueles que atendem a várias condições. Eles devem ter nascido no país, possuir uma autorização de residência do tipo C, ter frequentado a escola na Suíça durante cinco anos e ter um dos avós nascido no país ou que morou na Suíça legalmente por pelo menos seis anos.

A idade máxima para se naturalizar através deste canal facilitado é de 25 anos, para garantir que os candidatos não esperem mais para poder escapar do serviço militar.

Tal como no procedimento padrão, espera-se que os candidatos estejam bem integrados nas suas comunidades e respeitem os valores da constituição suíça.

As novas regras, que provocaram debates ideológicos e administrativos sobre a natureza da cidadania na Suíça, não deverão provocar um dilúvio de candidatos: de acordo com um estudo da Universidade de Genebra, cerca de 25 mil pessoas satisfazem todas as condições, a maioria de origem italiana.


swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.